1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

GitHub

 

Não é apenas nas redes sociais que se realizam partilhas do mais variado género de conteúdos por parte dos utilizadores. Plataformas como o GitHub também necessitam de ter regras, apesar de serem destinados à partilha de código – quase como se sejam uma rede social para programadores.

 

Recentemente a plataforma divulgou o seu relatório de transparência de 2019, onde clarifica os géneros de conteúdos que foram removidos do serviço e quais os motivos para tal.

De acordo com o GitHub, a plataforma encontra-se dedicada em manter o máximo de informação possível disponível para o publico, e apenas procede com a remoção de conteúdo quando este realmente viola os Termos de Serviço da empresa.

 

Ao contrario do que acontece em plataformas como o Facebook e Instagram, o GitHub permite que os utilizadores partilhe código livremente – além de permitir a outros utilizadores do serviço criarem as suas próprias derivações do conteúdo original.

Na maioria dos casos de conteúdos removidos desta plataforma terá sido a pedido das autoridades e por motivos de força maior, não por incentivo direto do GitHub para a sua remoção. Além disso, a empresa garante que quase 96% dos pedidos de remoção de conteúdos do serviço chegam por parte de forças da autoridade a nível mundial.

 

A empresa também afirma que os detalhes dos utilizadores ou das suas contas apenas são fornecidos a terceiros se existir razões para tal acontecer, e com as medidas legais obviamente claras para ambas as partes. Dos 218 pedidos de remoção de conteúdos que a plataforma removeu em 2019, apenas 165 foram realmente realizados.

 

Além disso, foram também feitos 1762 pedidos de remoção de conteúdos por violação dos direitos de autor ao longo do mesmo ano. Destes foi realizada a eliminação de 14.320 projetos diferentes. Apesar de este valor ser relativamente elevado, ainda é consideravelmente pequeno tendo em conta todos os projetos que se encontram disponíveis na plataforma.

 

No entanto, a empresa também afirma que este valor de pedidos de remoção de conteúdos é quase três vezes superior ao que a empresa recebeu em 2018 – o que aponta que a plataforma está também a ser alvo de mais partilhas destes conteúdos ou as autoridades têm vindo a ficar mais atentas.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech