1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Processador chip sobre mesa

 

O mercado ainda se encontra a passar por uma grave crise dos semicondutores, que afeta praticamente todas as indústrias. Enquanto que alguns especialistas apontam que existem sinais de melhora para breve, o CEO da Intel parece estar firme sobre as suas ideias.

 

No passado Pat Gelsinger tinha afirmado que a crise dos semicondutores iria durar pelo menos até 2023. E o mesmo volta agora a reforçar essa ideia, tendo em conta também as recentes alterações no mercado.

Em entrevista para o portal Nikkei Asia, Gelsinger voltou a afirmar que os problemas para os consumidores vão continuar a sentir-se durante o próximo ano, e as previsões apenas apontam que 2023 será altura em que isso irá melhorar.

 

Estas declarações surgem na mesma altura em que o CEO se encontra de visita na Ásia, reforçando a ideia que a produção do pais é importante para os planos futuros da Intel. A Intel tem vindo a reforçar bastante a sua produção fora dos EUA, e o mercado Asiático tem vindo a ser uma das opções de maior destaque para a empresa.

 

De notar que outras personalidades de relevo no mercado possuem estimativas mais otimistas sobre a resolução da crise dos semicondutores. Lisa Su, a CEO da AMD, afirma que os problemas devem ser resolvidos ao longo de 2022 nas suas previsões. No entanto, estas previsões também surgiram antes de terem sido conhecidas novas variantes da pandemia e de a mesma ter voltado a afetar vários países.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech