1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Panasonic headphones

 

A fabricante japonesa da Panasonic confirmou ter sido a mais recente vítima de um ataque informático, desta vez nas suas operações sobre o Canadá. Este é o segundo ataque que a empresa regista do género depois de ter sofrido o mesmo faz menos de seis meses.

 

De acordo com o portal TechCrunch, o ataque terá sido sobre uma variante de ransomware, que algumas fontes apontam que terá sido sobre o grupo conhecido como “Conti”, o qual fornece serviços de ransomware (ransomware-as-a-service).

Estes géneros de ataques são normalmente realizados sobre um formato de afiliação, onde os atacantes recebem uma parte do dinheiro do resgate, caso seja pago, sendo o restante fornecido para os criadores do mesmo.

 

O grupo afirma ter roubado ainda 2.8GB de dados da Panasonic Canada durante o processo, prometendo divulgar os dados publicamente caso o resgate não seja pago. Entre os dados encontram-se informações internas da empresa e relatórios financeiros da divisão da Panasonic no Canadá.

 

A empresa terá também confirmado o ataque, mas sem adiantar detalhes do mesmo. Apenas terá sido indicado que o mesmo afeta a divisão da entidade no Canadá e não terá sido distribuída para outros países.

 

A empresa afirma ainda que se encontra a trabalhar para restabelecer a normalidade das operações, sendo que irá continuar a trabalhar com todas as entidades afetadas para mitigar o problema. De notar que, até ao momento, ainda não existe a confirmação que os atacantes tenham requerido um resgate para os dados.

 

É importante relembrar que, em Novembro do ano passado, a empresa também tinha confirmado um ataque na sua rede interna, do qual terceiros poderão ter obtido acesso a alguns dados nos sistemas da empresa. Dois meses depois, foi confirmado que alguma informação de estagiários e candidatos podem ter sido acedida indevidamente.

 

Em Dezembro de 2020 também a divisão da Índia da Panasonic foi alvo de um ataque de ransomware, de onde se acredita que tenham sido roubados 4GB de dados.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech