1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

RapeLay, o jogo das violações, anda à solta na Net



O alerta começou por ser dado pela organização Equality Now, que acabou por conseguir retirar o jogo das lojas da especialidade dos países ocidentais.

Pouco depois de banido, o título conheceu nova vida comercial na Internet - havendo mesmo sites que o disponibilizam gratuitamente, informa a CNN.

A solução deste caso assume contornos de complexidade - até porque RapeLay não é o único jogo que tem por temática uma suposta vingança masculina sobre mulheres ou jovens adolescentes que terão cometido uma qualquer injustiça contra o protagonista (geralmente uma acusação infundada).

Acresce a tudo isto o facto de os jogos como RapeLay serem, na maioria, produzidos no Japão.

Há muito que a cultura nipónica explora esta temática nos vídeos e nas revistas de banda de desenhada. A transposição deste género pouco recomendável para o mundo dos videojogos deu origem aos Hentai Games - que são vendidos nas cidades japonesas em lojas da especialidade sem qualquer fiscalização ou restrição.

O parlamento e o governo japoneses têm debatido a aplicação de leis que visam o combate da pornografia infantil e conteúdos que repetidamente surgem nos Hentai Games, mas tudo leva a crer que o vazio legal se mantenha nos próximos tempos - e o Japão continue a exportar jogos que fazem da violação de personagens virtuais um divertimento.
Fonte: Exame Informática







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech