1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

GPS car

 

Alguns utilizadores certamente se recordam do que era conhecido como “Bug do Milénio”. Este “bug” ganhou destaque em finais de 1999, devido à forma como os sistemas informáticos apresentavam as datas com a utilização de apenas dois dígitos – para poupar espaço, algo na altura bastante limitado e caro. Por exemplo, o ano 1999 era muitas vezes guardado apenas como 99 nos sistemas. Com a chegada do novo milénio, este “bug” apontava que muitos sistemas iriam interpretar o ano “2000” como os dígitos “00”, passando para 1900.

 

Apesar deste bug ter sido resolvido, apesar do pânico que criou junto de alguns utilizadores, ainda existem sistemas desta época que utilizem o mesmo formato de data – como é o caso dos sistemas GPS.

 

Desenhados em 1970, os sistemas GPS foram desenhados para representar as semanas em conjuntos de números em 10 bits. Ou seja, o máximo destes sistemas será o número 1024. Depois de 1024 semanas terem passado, ou seja, 19.7 anos, o número volta ao valor inicial de zero, no que é conhecido como GPS Rollover. Este caso é extremamente raro de acontecer, tendo surgido apenas uma vez. Mas espera-se agora que ocorra novamente no próximo dia 6 de Abril.

 

Ou seja, no próximo dia 6 de Abril de 2019 é atingida a semana 1024 do calendário, e muitos sistemas GPS irão então passar as suas datas novamente para um valor inicial de zero. Como referido, isto apenas aconteceu uma vez em toda a história – em 22 de Agosto de 1999. Mas na altura a tecnologia não era largamente utilizada como hoje em dia.

 

Atualmente sistemas de GPS podem ser encontrados em vários equipamentos, incluindo em smartphones pessoais. Em 1999 esta tecnologia era relativamente nova e cara, estando disponível apenas para algumas entidades governamentais e pouco mais.

Com isto, existe a possibilidade de surgirem problemas um pouco mais alargados devido a este “reset” no número de semanas dos sistemas GPS, afetando alguns equipamentos mais antigos.

 

> Problemas apenas para sistemas antigos?

 

É bastante improvável que equipamentos GPS dos anos 1990 ainda estejam funcionais hoje em dia, e tendo em conta que a tecnologia não era tão propagada como atualmente, será extremamente improvável que a mudança venha a causar algum dano real.

 

gps carro

 

No entanto, existe a possibilidade de modelos GPS mais antigos verificarem algum género de problemas. A maioria dos fabricantes de sistemas GPS comerciais já se prepararam há vários anos para esta mudança, com medidas preventivas para evitar problemas.

Afinal, tendo em conta que o problema surgiu igualmente em 1999, os fabricantes de sistemas GPS tiveram vários anos para adaptarem os seus sistemas a esta mudança e prevenirem problemas, algo que certamente foi feito. Porém, ainda podem existir situações que não foram aplicadas corretamente – sobretudo em fabricantes mais descuidados ou desconhecidos.

 

> O que pode acontecer?

 

A 6 de Abril de 2019, os sistemas GPS que não estejam preparados para o reset do número de semanas, podem verificar problemas no timing das comunicações com os satélites, levando a falhas de funcionamento.

 

Sistemas que se baseiem unicamente nas datas das ligações GPS podem verificar falhas aleatórias. Por exemplo, um sistema de entregas pode subitamente apresentar uma data com 20 anos de diferença. Isto pode levar a vários problemas, sobretudo em sistemas que utilizem as datas como meio de funcionamento.

 

GPS em redor da terra

 

No entanto, os fabricantes certamente que aplicaram algumas medidas de segurança desde o último reset em 1999, motivo pelo qual existem formas dos sistemas continuarem a funcionar corretamente sem qualquer impacto.

 

> O que fazer?

 

Obviamente, cabe a cada fabricante de sistemas GPS implementar estas correções nos seus sistemas, mas a grande maioria também pode ser corrigida através da atualização de software. Como exemplo, a empresa TomTom já informou que os seus sistemas de GPS estão preparados para a mudança, mas alguns equipamentos mais antigos necessitam de ser atualizados – algo bastante simples de se realizar e que afeta apenas uma pequena percentagem de equipamentos no mercado.

 

Com sorte, estas correções não serão mais necessárias num futuro próximo. Os sistemas de GPS mais recentes começaram a integrar sistemas de numeração em 13 bits, o que garante a capacidade de representar até 8192 semanas – ou cerca de 157 anos. Portanto, o problema não seria novamente verificado até meados de 2137.

 

> Como verificar se é afetado

 

O mais provável é que, caso esteja a utilizar um sistema GPS relativamente recente, não tenha de realizar qualquer procedimento. Este deve encontrar-se preparado para a situação.

No entanto, o recomendado será verificar se existem atualizações de firmware/software por parte dos fabricantes dos sistemas de navegação.

 

De notar que a falha não deverá afetar nenhum género de smartphone com GPS, tendo em conta que estes possuem atualizações posteriores a 1999 - altura em que os dispositivos nem existiam no mesmo formato que atualmente, e a existirem problemas estes podem ser corrigidos com a simples atualização das apps associadas para navegação.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech