1. TugaTech » Hardware » Noticias de Hardware

Siga-nos

Google pixel 3

 

Cada vez mais no mercado têm vindo a surgir smartphones destinados a gaming, marcando também a tendência de se utilizar ecrãs de elevadas taxas de atualização – como ocorre nos computadores pessoais. A maioria dos smartphones de topo atualmente comercializados contam com ecrãs que são capazes de fornecer frequências acima dos 60Hz.

 

No caso da Google, a empresa aplicou também um novo ecrã para os seus novos modelos Pixel 4 e 4 XL, no entanto este poderia ter vindo a surgir já no Pixel 3 do ano passado. De acordo com recentes informações de um funcionário da Google, a empresa tinha planeado incluir um ecrã LCD com taxa de atualização em 120Hz no modelo do Pixel 3 lançado o ano passado, mas optou invés disso por escolher a tecnologia P-OLED.

 

O motivo exacto que levou a Google a optar por esta tecnologia invés do LCD com maior taxa de atualização não é bem claro. A maior taxa de atualização poderia ter cativado mais as vendas do modelo, mas por outro lado, a maioria dos smartphones de topo lançados o ano passado não continham este painel – sendo algo dedicado apenas para smartphones dedicados exclusivamente ao gaming.

 

Além disso, a tecnologia OLED também fornecer algumas melhorias a nível da autonomia e da luminosidade geral do ecrã, que certamente terão sido pontos analisados pela empresa na hora de escolher a tecnologia a utilizar no ecrã do modelo.

 

Quanto ao Pixel 4, e ao facto deste possuir um ecrã de 90Hz invés dos 120Hz que estavam previstos para o modelo antecessor, um dos motivos parece ter sido mesmo a bateria. A utilização de um ecrã de 120Hz iria obrigar a um maior consumo energético, e consequentemente reduzir na já pouca capacidade da bateria do equipamento.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech