1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

A soma da capacidade de todas as pens USB, CD, DVD, discos rígidos, cartões de memória, cassetes dos mais variados tipos, e até MiniDiscs, livros e discos de vinil que existem no mundo perfaz 295 exabytes de informação.

A laboriosa estimativa acaba de ser divulgada por Martin Hilbert e Priscilla Lopez, investigadores da Universidade da Califórnia do Sul.

Com este estudo, os investigadores norte-americanos tentaram "ilustrar" numericamente a evolução da capacidade de armazenamento dos dispositivos que têm sido criados pela humanidade.

Além da quantidade e da variedade de técnicas de armazenamento, a missão deparou com múltiplos zeros: cada exabyte contém 1000 petabytes. E cada petabyte corresponde, por sua vez, a mil terabytes. Por fim, um terabyte tem 1000 Gigabytes - um termo quantitativo a que a maioria dos utilizadores de informática já se terá acostumado nos dias que correm.

Num artigo publicado pela revista Science, Martin Hilbert e Priscilla Lopez lembram que a capacidade de armazenamento dos dispositivos usados na informática tem crescido a 58% ao ano.

Os valores podem ser surpreendentes, mas ainda estão longe de se equiparar aos 1,9 zettabytes (1000 exabytes) da capacidade de transmissão de dados da rádio, TV, telefone, sistemas GPS e comunicações afins - e que se perdem irremediavelmente, porque apenas uma parte acaba guardada, eventualmente, num dos dispositivos que ajudaram a humanidade a alcançar os 295 exabytes de armazenamento.

Os investigadores recordam ainda que, apesar dos muito zeros à direita, a atual capacidade de armazenamento dos dispositivos artificiais não vai além de uma centésima da informação contida no DNA da humanidade.
Fonte: Exame Informática







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech