1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Facebook logo na parede

 

O Facebook terá conseguido implementar um bloqueio temporário à Comissão Europeia de aceder a documentos e informações que a plataforma considera como sendo irrelevantes e que podem comprometer a privacidade dos seus funcionários.

 

Esta medida surge depois de as autoridades europeias terem requerido um conjunto de documentos ao Facebook durante a investigação das atividades anti-competitivas da empresa no mercado.

Em resposta a este pedido, o Facebook considera que as autoridades estão a tentar aceder a documentos que não são relacionados com o caso, e que em certas situações podem até mesmo comprometer a privacidade dos seus funcionários.

 

De acordo com a CNBC, o Facebook já terá fornecido mais de 315.000 documentos às autoridades para análise, com mais de 1.7 milhões de páginas. A rede social terá até mesmo fornecido acesso à documentação não relevante para o caso sobre uma analise segura da entidade, e sobre a supervisão da mesma, ao qual os investigadores das autoridades europeias terão recusado.

 

Face a todos estes acessos a documentação não relacionada, e após a queixa formalizada pelo Facebook, o caso encontra-se agora pendente de mais análise. Isto não indica que o Facebook ganhou o caso nem que as autoridades irão deixar de investigar a rede social, apenas que o caso foi colocado em suspenso até que sejam fornecidas mais indicações na investigação.

 

Um dos casos em analise pelas autoridades será sobre a aplicação “Onavo”, que foi utilizada pela rede social para recolher informação dos seus utilizadores em vários aspetos, e consequentemente foi desativada em Agosto de 2018 depois de todas as criticas à privacidade.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech