1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Elon Musk

 

Ainda dentro do debate sobre a aquisição do Twitter por parte de Elon Musk, parece que o negócio encontra-se a agitar muitas águas, incluindo dos próprios acionistas da empresa.

E agora, tanto o Twitter como Elon Musk, estão a ser processadores por um grupo de investidores da rede social na Florida, alegadamente para evitar que a plataforma seja comprada por 44 mil milhões de dólares.

 

De acordo com a Reuters, o caso foi apresentado no tribunal de Delaware, por parte do Orlando Police Pension Fund, o qual alega que a compra do Twitter por Musk é contra a lei de Delaware, uma vez que o empresário tinha acordos com outros acionistas do Twitter – incluindo o consultor financeiro da empresa, Morgan Stanley, e o co-fundador da rede social, Jack Dorsey.

 

Estes acordos, favoráveis à compra do Twitter pelo mesmo, davam uma posição de vantagem a Musk, nomeadamente com o facto que este passava a ter mais do que 15% de controlo na empresa – dando-lhe assim um voto mais elevado junto dos acionistas para a compra.

Morgan Stanley possui atualmente 8.8% das ações do Twitter, e Dorsey cerca de 2.4%. A estes valores conjuga-se os 9.6% que Elon Musk tinha adquirido inicialmente.

 

No caso é ainda referido que a compra do Twitter deveria ser adiada até 2025, enquanto se encontra em investigação o presente caso. Até ao momento, tanto o Twitter como Elon Musk não deixaram qualquer comentário sobre o caso.

 

De relembrar que, ainda durante esta semana, Elon Musk tinha confirmado que teria mais 7 mil milhões de dólares no fundo associado para a compra do Twitter, depois de uma nova onda de investimentos para tal.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech