1. TugaTech » Hardware » Análises, Dicas e Artigos sobre Hardware

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

A tecnologia avançada na área de
hardware possibilita um avanço desenfreado nos processadores, o que faz o
usuário ficar cada vez mais perdido em meio a tantas opções e
novidades. Você certamente já deve ter ouvido falar ou até mesmo
experimentado um computador dotado dos novos processadores da Intel,
porém já sabe as diferenças entre os novos modelos da maior fabricante
de CPUs?
A equipe do Baixaki decidiu criar um
artigo especial para falar um pouco do muito que estes novos
processadores têm a oferecer. Este artigo visa abordar de uma forma
compreensível as especificações, capacidades e recomendações de uso
sobre cada um. Obviamente, o artigo serve para qualquer usuário que
esteja buscando conhecimento e informações gerais, mas também é voltado
àqueles que pretendem adquirir um novo CPU.




Conheça o
Intel Core i3




Como todos já devem saber, a Intel
lançou três modelos de processadores diferentes. Cada um possui um foco,
pois existem usuários com interesses distintos. O Intel Core i3 é a
linha de CPUs voltada aos menos exigentes. Por pertencer à nova linha
Core, o i3 traz dois núcleos de processamento, tecnologia Intel
Hyper-Threading (que possibilita a realização de mais tarefas), memória
cache de 4 MB compartilhada (nível L3), suporte para memória RAM DDR3 de
até 1333 MHz e muito mais.



Achou pouco? O Core i3 tem mais segredos na manga



Os CPUs da linha Core i3 parecem fracos,
contudo eles vieram para substituir a antiga linha Core2Duo. Qualquer
Core i3 vem equipado com um controlador de memória DDR interno (o que já
ocorre há muito tempo nos processadores da AMD), um controlador de
vídeo integrado — Intel HD Graphics que opera na frequência de 733 MHz —
e o suporte para utilização de duplo canal para memória RAM (o que
significa que as memórias trabalham aos pares).



Tecnologia Intel Hyper-Threading



Em uma época em que os processadores de
múltiplos núcleos estão dominando, a Intel decidiu criar modelos que
pudessem simular uma quantia ainda maior de núcleos. Se você for
analisar que os CPUs da linha Core i3 possuem apenas dois núcleos, pode
imaginar que eles não durem muito mais. Contudo, com a utilização da
Intel Hyper-Threading, os processadores i3 “ganham” dois núcleos a mais.

Quem já possui um Intel Core i3 deve ter
reparado que o Windows detecta quatro núcleos, contudo esse artifício
da duplicação dos núcleos não significa muito. E quem pensou que o i3
realmente trabalharia como um processador de quatro núcleos se enganou
completamente. Para perceber a diferença entre um processador de quatro
núcleos e outro de dois, basta comparar os resultados em desempenho.

Por exemplo, se você colocar um Core i3
ao lado de um Intel QuadCore, não há dúvidas de que o QuadCore terá um
desempenho muito maior (em qualquer atividade). Claro que isso não
significa que a nova tecnologia não serve para nada, muito pelo
contrário. A Intel Hyper-Threading é ideal para momentos em que você
precisa efetuar várias atividades simultaneamente. Essa tecnologia serve
para que um núcleo consiga realizar duas atividades ao mesmo tempo, daí
o motivo pelo qual a tecnologia, supostamente, faz os núcleos dobrarem
em quantidade.
O que o i3 consegue realizar?




Tudo o que você quiser. Este processador
de dois núcleos mostra-se uma excelente opção para qualquer tipo de
atividade. Obviamente ele não é o mais rápido no que faz, mas vai ser
muito difícil você encontrar um programa ou jogo que não seja executado
com um Intel Core i3.



Troque sua placa-mãe



O Core i3 chegou ao mercado de hardware
faz muito pouco tempo, mas desde que apareceu complicou muito a situação
para os usuários que gostariam de comprar um modelo da nova linha de
processadores. Os modelos da linha Intel Core i3 utilizam um novo
soquete (encaixe na placa mãe), fator que forçou as montadoras a criarem
placas exclusivas para eles. Conhecido como socket LGA 1156, esse novo
tipo de soquete será utilizado para os processadores Intel Core i3, i5 e
pelos novos i7.



Dois modelos disponíveis



A Intel optou por restringir a linha de
processadores de baixo desempenho, por isso criou somente dois para a
linha Intel Core i3. Abaixo você confere as diferenças entre eles e
também visualiza uma lista com todas as tecnologias que ele dispõe para
aumentar o desempenho do seu PC.
ModeloFrequênciaNúcleosMemória cacheTecnologia HTTipo de memóriaVídeoSoquete

i3-530
2,93 GHz24
MB (nível L3)
Sim
(emula 4 núcleos)
DDR3
(até 1333 MHz)
SimLGA
1156
i3-5403,06 GHz24 MB (nível L3)Sim (emula 4 núcleos)DDR3 (até 1333 MHz)SimLGA 1156



Quero comprar um



Os processadores das linhas Intel Core
são lançamentos, portanto quem deseja optar por uma dessas novidades
deve preparar o bolso. Caso você tenha interesse em um Intel Core i3, o
gasto não é tão absurdo, mas certamente o custo total do computador pode
ser desencorajador. Em nossas pesquisas encontramos o Intel Core i3 530
com preço mínimo de R$ 315e o Core i3 540 pode ser adquirido por R$
380.



O Intel Core
i5 é o intermediário




Enquanto o i3 fica responsável por
atender aos usuários menos exigentes, o Intel Core i5 é encarregado de
suprir as necessidades do mercado de porte intermediário, ou seja,
aqueles mais exigentes que realizam tarefas mais pesadas. Disponível em
modelos de dois ou quatro núcleos, os CPUs da linha i5 possuem até 8 MB
de memória cache (nível L3) compartilhada, também utilizam o soquete
LGA1156, controlador de memória DDR integrado, tecnologia Intel
Hyper-Threading, tecnologia Turbo Boost e muito mais.





O que é e para que serve a tecnologia Turbo Boost?



A tecnologia Turbo Boost da Intel
promete aumentar a velocidade do processador automaticamente. Segundo o
site da Intel, esta tecnologia é inteligente e trabalha 100% do tempo
verificando frequência, voltagem e temperatura do processador. Ao notar
uma baixa em um dos valores-padrão utilizados pelo CPU, este novo
recurso aumenta a frequência e consegue um desempenho muito maior em
qualquer aplicação.Imagine que a temperatura do processador
está abaixo do esperado e você deseja aumentar a velocidade. Com a
utilização da tecnologia Turbo Boost você não precisa se preocupar,
porque o seu Intel Core i5 vai alterar a frequência ou a voltagem do CPU
sem sua permissão e logo você verá um aumento significativo em
desempenho. Falando especificamente dos modelos i5, há a possibilidade
de um aumento de até 800 MHz na velocidade.



Detalhes dos modelos atuais do Core i5



Enquanto a linha i3 possui apenas dois
processadores para atender aos usuários, a série Core i5 conta com seis
modelos diferentes. Criamos uma tabela para você conferir as
características técnicas de cada processador desta série, confira:
ModeloFrequênciaNúcleosTecnologiaMemória cacheTecnologia HTVídeoTipo de memóriaTurbo BoostSoquete
i5-6503,2 GHz232 nm4 MB (nível L3)Sim (emula 4 núcleos)SimDDR3 (até 1333 MHz)Sim (Até 3,46 GHz)LGA 1156
i5-6603,33 GHz232 nm4 MB (nível L3)Sim (emula 4 núcleos)SimDDR3 (até 1333 MHz)Sim (Até 3,6 GHz)LGA 1156
i5-6613,33 GHz232 nm4 MB (nível L3)Sim (emula 4 núcleos)SimDDR3 (até 1333 MHz)Sim (Até 3,6 GHz)LGA 1156
i5-6703,56 GHz232 nm4 MB (nível L3)Sim (emula 4 núcleos)SimDDR3 (até 1333 MHz)Sim (até 3,73 GHz)LGA 1156
i5-7502,66 GHz445 nm8 MB (nível L3)NãoNãoDDR3 (até 1333 MHz)Sim (Até 3,2 GHz)LGA 1156
i5-750s2,40 GHz445 nm8 MB (nível L3)NãoNãoDDR3 (até 1333 MHz)Sim (Até 3,2 GHz)LGA 1156



Quanto custa?



Se você já achou o Core i3 caro, então
se prepare para o valor cobrado pelos processadores da linha i5. Os
processadores mais fracos (Intel Core i5 650) da linha i5 têm preços
iniciais em R$ 485 e os mais robustos (Intel Core i5 750) chegam a
custar aproximadamente R$ 600.



Vale o investimento? Do que o Intel Core i5 é capaz?



Investir tanto num processador e numa
placa-mãe pode ser um desperdício de dinheiro em alguns casos. Usuários
que vão rodar games de última geração e aplicativos de edição de vídeo
talvez nem precisem de um i5. Considerando-se que tais tarefas
requisitam muito mais desempenho da placa de vídeo do que poder de
processamento do CPU, o gasto pode ser desinteressante.

Claro que se você pode pagar por um Core
i5, não há por(espaço)que não investir num processador desses, afinal,
ele é capaz de rodar tudo o que você imaginar. Vale frisar que os CPUs
desta série não são os mais velozes que existem, portanto sempre haverá
um processador capaz de rodar as mesmas aplicações com um desempenho
ainda maior.



O mais alto
desempenho: Intel Core i7




A última palavra em tecnologia de
processamento é o i7. A linha de processadores voltada ao público
entusiasta e profissional traz muitos benefícios e especificações de
cair o queixo. Todos os CPUs da série Core i7 possuem quatro núcleos (o
i7-980X possui seis núcleos), memória cache L3 de 8 MB, controlador de
memória integrado, tecnologia Intel Turbo Boost, tecnologia Intel
Hyper-Threading, tecnologia Intel HD Boost e ainda o recurso Intel QPI.







Intel HD Boost? Para que serve?



Com o avanço constante dos
processadores, os softwares foram forçados a evoluir. Existem softwares
que trabalham com conjuntos de instruções específicas, as quais precisam
estar presentes nos processadores para que o programa seja executado
com a máxima performance. Os conjuntos de instruções principais são
denominados como SSE, sendo que existem programas que utilizam
instruções diferentes.

A linha de processadores Intel Core i7
trabalha com a tecnologia Intel HD Boost, a qual é responsável pela
compatibilidade entre CPU e programas que usam os conjuntos de
instruções SSE4. Tal característica possibilita um maior desempenho em
aplicativos mais robustos que necessitam de um poder de processamento de
alto nível.



Intel QPI



O recurso Intel QPI, ou QuickPath
Interconnect (Interconexão de caminho rápido), serve para aumentar o
desempenho do processador — óbvio, não é mesmo? Afinal, todas as
tecnologias são criadas para isso —, contudo, esta trabalha de uma
maneira bem diferente .

Ao invés de aumentar a frequência ou a
tensão, o recurso Intel QPI aumenta a largura de banda (o que permite a
transmissão de mais dados) e diminui as latências. Vale salientar que
este recurso só está presente nos CPUs Intel Core i7 da série 900 e
possibilita taxas de transferência de até 25.6 GB/s.



Conheça tudo sobre os modelos da linha Intel Core i7



Abaixo publicamos uma tabela com as
características técnicas de todos os CPU da linha i7. Vale frisar que
inserimos o novo i7-980X na tabela, pois, apesar de ele possuir
mais núcleos e ter certas diferenças, ainda pertence à mesma série.
ModeloFrequênciaNúcleosMemória cacheTecnologia HTTipo de memóriaTurbo BoostSoquete
i7-8602,8 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1333 MHz)Até 3,46 GHzLGA 1156
i7-860s2,53 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1333 MHz)Até 3,46 GHzLGA 1156
i7-8702,93 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1333 MHz)Até 3,6 GHzLGA 1156
i7-9202,66 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 2,93 GHzLGA 1366
i7-9402,93 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,2 GHzLGA 1366
i7-9503,06 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,32 GHzLGA 1366
i7-9603,2 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,46 GHzLGA 1366
i7-9653,2 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,46 GHzLGA 1366
i7-9753,33 GHz48 MB (nível L3)Sim (emula 8 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,6 GHzLGA 1366
i7-980X3,33 GHz612 MB (nível L3)Sim (emula 12 núcleos)DDR3 (até 1066 MHz)Até 3,6 GHzLGA 1366

Quero um i7 no meu computador!



Realizamos uma pesquisa para averiguar
os preços dos processadores da linha Core i7, mas somente de saber o
absurdo cobrado pela alta tecnologia qualquer um desanima. O modelo mais
simples da série i7 (o i7-860) tem seu preço inicial em R$ 740,
enquanto modelos mais robustos como o i7-940 são vendidos por
aproximadamente R$ 1650.



É um exagero?



Adquirir um i7 só não é um exagero para
quem realmente trabalha com programas que requisitam muito do
processador. Jogadores e usuários que procuram um CPU robusto talvez nem
devam pensar na hipótese de um i7, porque ele custa muito e não traz
benefícios significativos.
A linha de processadores Intel Core i7
é, sem dúvida, a mais potente do momento, contudo um usuário que adquire
tal processador está comprando um PC que não precisará de atualização
por muito tempo. Como já citado, profissionais devem investir na compra
de um i7, porque ele faz toda a diferença na hora de renderizar vídeos e
economizar tempo com tarefas banais.

Autor: Lucas Simões Tavares




Comentário antigo:
Movido para "Analises de hardware"

Boa analise!
Já dá para os utilizadores perceberem melhor as diferenças entre estes CPU's... Wink




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech