1. TugaTech » Software » Análises, Dicas e Artigos sobre Software

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

..:: Análise Internet Explorer 9 beta ::..

A Microsoft lançou finalmente a versão 9 do navegador Internet Explorer.
A versão ainda é beta, pelo que pode melhorar, mas já é possível prever o que este navegador suporta.
Muitos utilizadores não utilizam o IE porque, comparativamente a outros gratuitos, é mais pesado e contem diversas falhas de segurança. Deste modo existirem muitos mais navegadores para substituírem o IE, como o Firefox ou o Chrome.
Já a algum tempo que se sabia que a Microsoft estava a preparar a versão 9 do IE, mesmo antes de lançar o Windows 7. no entanto, muitos utilizadores simplesmente não acreditam que esta versão contorne as falhas das outras versões.

Um erro da Microsoft e que dá vantagem a outros navegadores é a frequência da actualização do browser. Vendo bem este dado, a Microsoft só lançou oficialmente 9 versões e poucas actualizações para este, enquanto os seus concorrentes actualizam o browser regularmente e mal seja descoberta alguma falha.

O Tugatech irá então realizar a analise ao IE 9 para comprovarmos se vale a pena mudar para esta versão.

Começando pela instalação, esta foi efectuada sem problemas, mas no entanto, tal como todas as suas anteriores versões, é necessário reiniciar o computador para puder utilizar o navegador. Notamos também algum tempo para descarregar todas as actualizações para o navegador, mas como ainda está em BETA, tudo pode ser melhorado.


Depois de reiniciar, abrimos o navegador. As diferenças com o Internet explorer 8 são bastante visíveis. Deixamos a imagem em baixo:


Uma das grandes diferenças está no botão de retroceder, que, segundo a Microsoft, foi um dos pedidos dos utilizadores. Como é um botão bastante utilizado é normal que esteja em destaque. No entanto, apesar das afirmações da Microsoft, o estilo do IE parece-se muito com o Firefox ou mesmo o Opera.

O menu principal está oculto por predefinição e todas as ferramentas e opções são acedidas a partir de pequenos icones, na lateral da secção de abas. Mais uma vez, este estilo parece-se muito com outros navegadores.
De realçar, no entanto que a interface está muito limpa e agradável a vista, mas a barra de endereço é um pouco pequena, o que faz com que, em endereços maiores seja difícil visualizar todo o link. As abas também foram remodelada e contem algumas funções extra. 

Um exemplo que agrada bastante é ao arrastar das abas. Pode abrir uma aba em uma nova janela bastando arrastar a mesma. Também pode alterar a ordem das mesma arrastando. E ao arrastar as abas todo o seu conteúdo é permanentemente mostrado, o que digamos que cria um efeito agradável.


Ao abrir uma nova aba, nesta versão aparecem os sites mais visitados pelo utilizador, o que facilita o acesso aos mesmos, sem perder tempo a colocar o URL ou a procurar nos favoritos.


Vamos agora passar a parte mais importante: os testes ao navegador.
A Microsoft anunciou que o IE 9 seria a revolução e iria ultrapassar muitos dos seus rivais, mas será que é desta que a Microsoft consegue bater as alternativas gratuitas?

O Tugatech testou o IE9 utilizando alguns métodos para indicar a performance do mesmo em diversas situações.

Começando pela memória utilizada, podemos dizer que é aceitável apenas com uma aba aberta. nesta situação e apenas com uma aba do Tugatech aberta, o navegador consome cerca de 45 Mb de RAM.
Como curiosidade, no gestor de tarefas do Windows, aparecem diversos processos do Internet explorer. Isto deve-se ao sistema de recuperação de falhas e alguns extras do navegador, tal como, por exemplo acontece com o firefox e o Chrome.


Mas se consome pouco com apenas uma aba, se utilizarmos 8 abas, todas abrtas com links do Tugatech, o consumo da RAM aumenta drasticamente, para cima dos 150 Mb.


Já nas versões anteriores, o consumo de RAM era um pouco elevado e o mesmo acontece neste. Para computadores mais antigos pode ser um problema, apesar de o Internet Explorer 9 só puder ser instalado a partir do Windows Vista.

Continuando os testes, colocamos o navegador a prova no teste do Acid3, no site http://acid3.acidtests.org/. Este testa o navegador em diversos factores, como o CSS, o javascript,etc... Por consequência, quanto mais elevado o valor, melhor navegação e compatibilidade com as tecnologias o navegador tem, sendo 100 pontos o máximo.
Neste teste, as anteriores versões do Internet Explorer tiveram sempre baixos, por volta dos 25-50 pontos. no entanto, a versão 9 foi uma agradável surpresa. Desta vez conseguiu atingir o patamar dos 95 pontos. 


Uma excelente melhoria e que torna o navegador mais compatível com as linguagem web actualmente existentes. No entanto não consegue ultrapassar certos navegadores, como o Chrome, que no mesmo teste obtém 100 pontos. Mas não deixa de ser uma melhoria significativa...

Seguindo os testes, avançamos para mais um teste ao navegador, desta vez o Peacekeeper, disponível aqui: http://service.futuremark.com/peacekeeper/scan-activex.action, que testa o navegador em diversas situações e na utilização de diversas linguagens da web...
No entanto, obtivemos uma pontuação muito baixa para a média dos browsers. O Internet Explorer conseguiu apenas 1617 pontos. no entanto é mais do que o Internet Explorer 8, que obteve, no mesmo teste, cerca de 1100 pontos.


De notar que alguns browsers rivais obteram, neste teste, mais de 3000 pontos, o que ainda é uma diferença significativa.

Para finalizar, devemos dizer que os testes em cima podem mudar com o lançamento da versão final. Como o navegador ainda se encontra em beta, algumas opções podem estar incompletas e, por isso mesmo, os resultados não são completos...
No entanto já é possível prever um pouco a versão final...

Segundo os testes desta versão, o Internet Explorer 9 ainda não é capaz de vencer as alternativas gratuitas como o Firefox, o Opera ou o Chrome.
Os resultados ficam muito longes dos seus rivais. 
No entanto, nem tudo é mau. A interface é bastante agradável e com funcionalidades interessantes. Conjuga-se muito bem com o Windows Vista/7...
Mas não basta uma "cara bonita". O interessante é o "motor" e a Microsoft terá de se esforçar na versão final se pretende ganhar a batalha.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech