1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

mark zuckerberg

 

O ano de 2018 foi certamente um dos piores para o Facebook, com o conhecimento de vários escândalos relacionados com a privacidade e segurança dos utilizadores na rede. Com o escândalo da Cambridge Analytica e algumas falhas de segurança, juntando ainda alguns problemas internos a nível executivo, a rede social não teve mesmo um dos melhores anos da sua história.

 

No entanto, a pouco tempo de celebrar 15 anos de existência, Mark Zuckerberg decidiu deixar alguns comentários sobre os tempos que assombraram a rede social nos últimos meses.

 

Num texto apelidado de “Os Fatos Sobre o Facebook”, em entrevista ao Wall Street Journal, o criador da rede social pretende clarificar um pouco sobre como a plataforma apresenta os anúncios personalizados aos utilizadores e, desta forma, consegue fornecer o serviço gratuitamente a todos.

Segundo Zuckerberg, a empresa encontra-se focada em fornecer um serviço acessível a todos, e para tal o fornecimento do mesmo gratuito é algo fundamental. No entanto, para que a plataforma possa ser fornecida gratuitamente, é necessária a existência dos anúncios – algo que será também fundamental para manter a mesma ativa como hoje.

 

O texto deixa ainda algumas clarificações a nível da privacidade dos utilizadores e sobre como os seus dados pessoais são tratados. Segundo Zuckerberg, os dados dos utilizadores não são vendidos a terceiros, mas o próprio admite que o modelo de negócio da plataforma pode criar algumas dúvidas para a comunidade.

Este afirma que um dos pontos muitas vezes criticado passa pela forma como o Facebook vende a informação dos utilizadores para comerciantes. No entanto, Zuckerberg afirma que esta medida iria contra os princípios da plataforma e do seu modelo de negócio, tendo em conta que também iria reduzir o valor exclusivo do serviço para anunciantes.

 

mark zuckerberg julgamento

 

Estas declarações de Zuckerberg surgem num período em que a plataforma encontra-se a verificar alguns problemas a nível da confiança dos seus utilizadores. Uma vasta percentagem de utilizadores desconfia das práticas comerciais da rede social e das suas formas de recolha de dados pessoais – além do desconhecimento de muitos acerca destas mesmas questões.

 

Como foi recentemente demonstrado num estudo do Pew Research Center, envolvendo quase mil adultos nos EUA, cerca de 74% afirmaram não terem conhecimento sobre como configurar as preferências de publicidade dentro do Facebook, e 51% afirmam sentir-se desconfortáveis sobre a forma como o Facebook recolhe e gere os dados pessoais.

 

Além disso, os últimos dados do Financial Times também apontam uma queda na credibilidade da rede social nos últimos meses. Se em 2017 a plataforma tinha uma boa reputação por entre os seus utilizadores, os casos ao longo de 2018 fizeram a mesma cair de 80% para aproximadamente 27%, e com tendência a manter-se em queda ao longo dos próximos meses.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech