1. TugaTech » Hardware » Noticias de Hardware

Siga-nos

corning gorilla glass

 

Com a popularidade de dispositivos dobráveis a crescer no mercado, a Corning também necessita de adaptar o seu popular Gorila Glass à nova tendência. Até agora, o vidro da empresa era uma escolha de eleição para praticamente qualquer smartphone de topo no mercado, mas a introdução dos dispositivos dobráveis veio quebrar esta tradição.

 

Uma vez que este vidro não foi desenhado para ser dobrado, os modelos atualmente existentes possuem soluções próprias das empresas e não um vidro Gorila Glass. Modelos como o Galaxy Fold da Samsung possuem uma pequena película de plástico que, apesar de poder ser dobrada, não garante a mesma proteção contra impactos e riscos que uma verdadeira solução em vidro.

 

Ao contrário do plástico, vidro não foi feito para ser dobrado, o que exclui a sua utilização em dispositivos dobráveis atualmente, mas podem vir a surgir novidades no mercado dentro dos próximos meses...

 

De acordo com o portal Wired, a Corning afirma que se encontra a trabalhar numa nova versão do Gorila Glass adaptada para dispositivos dobráveis, e que irá trazer a reconhecida resistência da empresa para estes dispositivos. Segundo a mesma, a nova versão do vidro irá ter apenas 0.1mm de espessura e pode ser dobrada num raio de 5mm, sem que o processo danifique a sua integridade física ou durabilidade.

 

Para obter este resultado final, a empresa afirma estar a puxar os limites da física. Tendo em conta a própria estrutura de um vidro, este apenas pode ser dobrado até um certo ponto e em conformidade com a sua espessura. No entanto, conforme seja mais fino, também será menos resistente a quedas e riscos.

Com isto, a Corning adaptou as suas tecnologias e conhecimentos na área para desenvolver um produto que seja capaz de resistir ao abuso do dia a dia em dispositivos móveis, mas garantindo a mesma durabilidade das soluções “não dobráveis”.

 

Até ao momento a Corning não revelou oficialmente este novo produto, mas fontes internas da empresa apontam que o mesmo já se encontra em desenvolvimento. Apesar disso, ainda poderá demorar algum tempo até que as primeiras unidades sejam implementadas em produtos finais – tendo em conta que a fase de desenvolvimento ainda se encontra num período bastante inicial.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech