1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

logo da huawei

 

Recentemente começaram a surgir rumores que a Huawei pode ter perdido o acesso ao licenciamento do Android por parte da Google, o que pode vir a ter sérias consequências para a fabricante no futuro.

 

Estes rumores seguem a decisão do governo norte-americano em proibir a importação de produtos da fabricante para o pais, bem como impedir a utilização de tecnologias da mesma por parte das entidades governamentais – ou terceiras.

Com isto, a Google estuda agora a possibilidade de deixar de fazer negócio com a Huawei, o que implica deixar de fornecer acesso a alguns serviços base existentes também para a plataforma Android.

 

Mas quais as consequências desta medida? E onde serão os utilizadores afetados?

 

> Perda de acesso à plataforma Google

 

google play services

 

A primeira medida, e talvez a mais importante, será que os utilizadores irão deixar de ter acesso oficial à plataforma da Google a partir de dispositivos Huawei. Ou seja, aplicações como o Gmail, Youtube e, mais importante, Play Store irão deixar de se encontrar disponíveis sobre os futuros dispositivos da fabricante a serem lançados no mercado.

 

Obviamente, os utilizadores ainda poderão instalar manualmente estas aplicações, mas não será a partir da Play Store – que deixa de se encontrar disponível. Isto leva ao potencial para ser instalado malware a partir de lojas de terceiros, mas também abre portas para que um vasto conjunto de utilizadores não aceda aos conteúdos – seja por desconhecimento ou trabalho adicional necessário para a tarefa.

Além disso, futuras atualizações destas apps – como Youtube ou Gmail – necessitariam de ser instaladas manualmente, uma vez que a Play Store não iria fornecer atualizações automáticas para as mesmas.

 

Quem tiver um dispositivo da Huawei ou da Honor, ainda poderá continuar a receber as atualizações destas aplicações, uma vez que a Play Store ainda deverá funcionar nos dispositivos antigos, mas sem garantias quanto ao futuro.

 

> Perda de acesso ao desenvolvimento do Android pela Google

 

logo do android

 

A medida também irá causar impacto no lançamento de atualizações para os atuais utilizadores de dispositivos Huawei, com a Google a deixar de suportar oficialmente os dispositivos da marca.

 

Tendo em conta que a plataforma Android é open-source, a Huawei ainda poderá ter acesso à versão base do Android – conhecida como Android Open Source Project (AOSP). No entanto, não irá receber suporte oficial e direto por parte da Google, nem acesso a correções imediatas que a empresa forneça para o sistema operativo móvel.

Isto pode levar a que atualizações para dispositivos da marca sejam fornecidas a um passo mais lento do que o atual, e pode mesmo afetar a capacidade da empresa em disponibilizar atualizações tanto para futuros dispositivos como para os existentes.

 

> Irá afetar atuais dispositivos no mercado?

 

huawei smartphone na mão

 

Os equipamentos atualmente disponíveis no mercado ainda irão poder utilizar a plataforma da Google, e terão acesso à Play Store na normalidade. Os utilizadores ainda poderão descarregar atualizações para as apps a partir da mesma, no entanto isto não garante que o acesso será fornecido no futuro – caso a Huawei decida remover o suporte à Play Store, por exemplo, em futuras atualizações.

 

No entanto, o impacto não irá ser sentido de forma imediata, apesar de os dispositivos deixarem de fazer parte da lista de equipamentos oficialmente certificados.

 

Além disso, a medida pode também ter impacto em futuras atualizações do Android nestes equipamentos. Esperava-se que a Huawei lança-se algumas atualizações na sua EMUI e no sistema Android de diversos dispositivos nos próximos meses, mas isto pode agora não acontecer da mesma forma que estaria previsto – com atrasos ou dispositivos a poderem ficar sem atualização para novas versões do sistema operativo.

 

> O impacto é apenas nos EUA?

 

A Huawei é atualmente uma das maiores fabricantes de smartphones no mercado, e certamente que esta medida terá um grande impacto na empresa – caso se venha a confirmar oficialmente.

O impacto irá ser sentido nos EUA, mas irá também afetar os utilizadores noutros continentes, como é o caso da Europa. A medida terá efeitos a níveis mundiais, pelo que qualquer utilizador de dispositivos da marca, independentemente do pais onde se encontre, pode ser afetado.

 

> E na China?

 

A China é um dos maiores mercados da Huawei, mas espera-se que esta medida não venha a causar grande impacto no pais. Os diversos serviços da Google já se encontram indisponíveis, sendo os equipamentos vendidos neste mercado fornecidos com versões de apps alternativas de empresas locais.

 

> Em resumo...

No geral, esta medida irá causar um grande prejuízo para a Huawei, e sobretudo para os clientes da marca. Quem possua dispositivos da fabricante atualmente, apesar de poder não sentir problemas de imediato, poderá deixar de ter acesso a novas atualizações do sistema operativo, com os seus equipamentos a ficarem desatualizados mais rapidamente ou com falhas de segurança por corrigir.

 

Para futuros dispositivos a chegarem ao mercado, estes não irão contar com acesso direto à plataforma da Google, pelo que não existirá uma forma simples e rápida de configurar contas da empresa, restaurar dados da plataforma Google ou aceder ao conjunto de aplicações que a Play Store fornece.

 

Certamente que a Huawei possui planos prontos a serem implementados, mas o futuro ainda é incerto quanto à capacidade da empresa em recuperar desta situação ou das medidas que serão implementadas no final.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech