1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

YouTube plataforma sede

 

O YouTube revelou recentemente o seu relatório de transparência da plataforma, onde foram deixados alguns dos dados sobre conteúdos eliminados do serviço e dos vários pedidos de eliminação feitos na plataforma.

 

De acordo com este relatório, relativo ao passado trimestre e final do ano de 2019, o YouTube removeu 5.9 milhões de vídeos da plataforma, com mais de 108779 pedidos para que os conteúdos fossem restaurados por alegadamente não violarem os termos da plataforma – e dos quais apenas 23.471 pedidos tiveram os vídeos novamente publicados. Ou seja, cerca de 78% dos pedidos para que os conteúdos fossem restaurados foram negados pelo YouTube.

 

Estes dados foram revelados pelo YouTube depois da pressão de várias entidades e dos próprios criadores de conteúdos para que fosse fornecida mais informação sobre o processo de restauro dos conteúdos eliminados na plataforma. No entanto, os números não deverão agradar estas partes.

 

pedidos de remoção do youtube

 

Um porta-voz do YouTube referiu que a plataforma encontra-se focada em fornecer aos criadores de conteúdos uma forma simples e rápida de poderem ter os seus vídeos restaurados, em casos que tenham sido eliminados incorretamente, mas que também estão a ser feitos esforços para que as regras da plataforma sejam aplicadas com maior eficácia.

 

Dos conteúdos eliminados da plataforma neste período, cerca de 5.3 milhões foram automaticamente detetados pelos sistemas do YouTube, alguns dos quais minutos depois de terem sido inicialmente publicados. Destes, cerca de 52% diziam respeito a vídeos com conteúdo de spam ou enganador, com apenas 2 milhões de canais realmente eliminados por acumulação de violações.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech