1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

facebook sobre portátil

 

Com a crescente onda de desinformação que tem vindo a surgir devido à pandemia do COVID-19, o Facebook tem vindo também a travar uma dura guerra contra este género de conteúdos. No entanto, a falta de moderadores na rede social pode começar a afetar a capacidade de esta moderar toda a informação que se encontra a ser partilhada.

 

De acordo com o portal Consumer Reports, o Facebook ainda enfrenta problemas sobre a capacidade de moderar todos os conteúdos de publicidade que são patrocinados na sua plataforma, o que deixa em aberto a capacidade de campanhas maliciosas ou de desinformação venham a propagar-se pelo serviço.

O portal afirma ter conseguido adquirir e colocar em produção um conjunto de anúncios no Facebook que claramente violam os termos da entidade, incluindo campanhas de desinformação onde os utilizadores eram sugeridos a beberem “pequenas doses de lixivia” para evitar o contágio por COVID-19.

Outro exemplo de anúncios aprovados encontra-se em desinformação e teorias da conspiração relativamente ao COVID-19 e à sua propagação entre seres humanos.

 

A entidade afirma que os anúncios foram cancelados antes de terem sido efetivamente publicados para os utilizadores, mas não houve qualquer impedimento da plataforma sobre a criação deste género de conteúdos, tendo os mesmos sido aceites sem problemas.

De relembrar que o Facebook já tinha confirmado no passado que, devido à pandemia, a sua equipa de moderadores poderia não ser capaz de responder a todos os casos de abusos na plataforma, e como tal o serviço iria adotar uma postura de basear-se mais em tecnologias de Inteligência Artificial e algoritmos para identificar conteúdos potencialmente danosos.

 

exemplo de publicidade aprovada

 

No entanto, testes como os realizados pelo Consumer Reports apontam que estes sistemas ainda se demonstram ineficazes contra a propagação de conteúdos enganadores, falsos, maliciosos ou simplesmente contra os termos do serviço.

 

A piorar o caso para o Facebook, muitos dos anúncios de teste foram publicados por entidades fictícias, que tinham sido criadas no Facebook apenas alguns dias antes dos anúncios terem sido publicados. Ou seja, seria outro ponto de alerta para os sistemas do Facebook analisarem com mais cuidado estes conteúdos – algo que não aconteceu no final.

 

Em comunicado, o Facebook afirma que, diariamente, milhares de anúncios enganadores sobre o COVID-19 são removidos da sua plataforma, mas que esta ainda se encontra a trabalhar para melhorar a deteção deste género de conteúdos. Seja como for, ainda parece que este género de conteúdos está longe de ficar totalmente eliminado da plataforma.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech