1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Modbro

 

Recentemente a aplicação “Mobdro”, reconhecida sobre o mercado de streaming de conteúdos piratas, ficou subitamente indisponível – com os sites oficiais da mesma a deixarem de se encontrar ativos, e também os conteúdos da app a ficarem inacessíveis.

 

Agora foi oficialmente conhecido o motivo para tal. De acordo com o portal TorrentFreak, um dos criadores e gestores da app terá sido detido pelas autoridades, na sequencia de uma investigação que estaria a ser realizada faz algum tempo.

 

Segundo a Eurojust, as investigações à Mobdro começaram em meados de 2018, no seguimento de várias queixas de diferentes entidades sobre o streaming de conteúdos ilegais na plataforma. As autoridades afirmam que os gestores da app estariam a usar sobretudo vários servidores e domínios para realizarem as suas atividades ilegais e para distribuir o conteúdo – o qual era depois apresentado para os utilizadores finais na app.

 

A Eurojust afirma que os gestores da app estariam a usar vários servidores alojados fisicamente em Espanha, Portugal e na Republica Checa. No seguimento das investigadores, foi ainda detido um indivíduo em Espanha, suspeito de ser o gestor da plataforma, além de outros três suspeitos em Andorra e também em Espanha.

O relatório das autoridades não deixa, para já, muitos detalhes sobre o caso, indicando apenas um pouco de informação sobre as investigações realizadas e as detenções feitas, mas ainda se desconhece a identidade dos suspeitos.

 

De relembrar que a aplicação, no seu pico, teve mais de 43 milhões de utilizadores ativos, e era sobretudo usada para transmitir em streaming conteúdos desportivos e canais de TV premium. Em meados de 2019 a aplicação passou igualmente por alguma controvérsia, depois de ter sido descoberto que a mesma poderia estar a usar a sua base de utilizadores para operar uma larga rede de proxies da empresa Luminati – usando assim as ligações dos utilizadores para outras atividades que eram fornecidas por estes proxies.

 

Apesar de o caso ainda se encontrar em investigação, as autoridades afirmam que os gestores desta rede e da app terão ganho vários milhares de euros com todas as operações ilegais, além dos prejuízos englobados também com as transmissões ilegais de conteúdos.

Nenhum comentário.

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech