1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

carregar smartphone iphone

 

Os fabricantes de smartphones têm vindo a incluir baterias nos seus dispositivos com cada vez mais capacidade, e hoje em dia não é difícil de encontrar dispositivos com baterias de 5000 mAh ou mais.

 

Este valor poderia ser considerado algo impensável faz apenas alguns anos, mas é onde nos encontramos atualmente com a tecnologia existente. Além disso, hoje mais do que nunca, os utilizadores encontram-se a utilizar mais os seus dispositivos móveis, e como tal necessitam de ter baterias que acompanhem estas necessidades.

 

No entanto, por muito que a tecnologia evolua, ainda existe um problema nas baterias atuais: estas acabam por perder a capacidade de aguentar a sua carga. Ao fim de um ano de uso diário, a maioria das baterias perde cerca de 10% da sua capacidade total. Este é também um dos principais problemas que leva muitos utilizadores a comprar um novo smartphone, ou a substituir a bateria dos que possuem.

 

No entanto, uma nova tecnologia poderá vir a evitar que esta medida seja necessária. Um conjunto de investigadores da Japan Advanced Institute of Science and Technology (JAIST) revelou ter descoberto um novo material que, quando usado em baterias, pode ajudar a reduzir a degradação da capacidade das mesmas. Segundo os estudos feitos até ao momento, este material pode ajudar a manter 95% da capacidade da bateria pelo período de cinco ou mais anos.

 

O novo material é apelidado de Bis-imino-acenaphthenequinone-Paraphenylene (BP), e apesar de não ter um nome não ser algo que fique na cabeça, este material será o responsável por permitir aumentar a longevidade das baterias. Os investigadores afirmam que, após 1700 ciclos de carga e descarga da bateria, esta mantém 95% da sua capacidade original – em comparação com um valor mais elevado de perda registado nas baterias tradicionais.

 

Para além de smartphones, este material pode também ter bastante utilidade em mercados como o dos veículos elétricos, onde as baterias dos mesmos podem assim ter uma maior durabilidade final e diminuir os encargos para os utilizadores.

 

Por enquanto ainda não existe nenhum plano de implementar este material em baterias em larga escala, mas isso pode vir a mudar no futuro.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech