1. TugaTech » Software » Análises, Dicas e Artigos sobre Software

Siga-nos

Windows secure boot

 

O Windows 11 veio trazer também um conjunto de novos requisitos para os sistemas, que necessitam de ser cumpridos para quem pretenda atualizar para o mesmo. Um dos que pode causar mais dores de cabeça será sem dúvida o TPM 2.0 e o arranque seguro.

 

Uma vasta maioria dos sistemas mais recentes (ou pelo menos criados depois de 2015), contam com o suporte à tecnologia TPM 2.0, mas em muitos casos esta opção encontra-se desativada por padrão.

A ativação do TPM 2.0 é feita sobre a BIOS do sistema, portanto exige que o utilizador altere configurações que, em certas condições, podem ser complicadas de perceber. A piorar a situação, o formato de ativar a TPM 2.0 nem sempre é claro – e cada fabricante possui o seu formato de ativação ou até mesmo nomes diferentes para a mesma tecnologia.

 

Neste guia iremos tentar ajudar a ver se possui o TPM 2.0, e caso não tenha, como o ativar. Mas começando…

 

> Como verificar a versão de TPM no sistema?

 

Como se verifica nos requisitos do Windows 11, o novo sistema necessita que o computador tenha suporte ao TPM 2.0. Uma das formas mais simples de verificar se possui ou não esta versão pode ser feita diretamente pelo Windows.

 

1- Sobre o menu inicial do sistema, pesquise por “tpm.msc”.

2- Na aplicação que será aberta, deverá encontrar as informações necessárias sobre o TPM. Caso o mesmo esteja ativo, na secção “Informações do fabricante do TPM” deve surgir a opção “Versão da Especificação”, com o número correspondente. Se tiver 2.0 ou superior, então pode instalar o Windows 11.

 

verificar TPM do Windows

 

No caso de o TPM se encontrar desativado ou com uma versão inferior – possivelmente a versão 1.0 – então é necessário alterar a configuração diretamente da BIOS.

 

> Como ativar o TPM pela BIOS

 

Este passo poderá diferir de sistema para sistema, e será aqui que alguma confusão pode existir. Nem sempre a configuração para ativar/desativar o TPM surge com nomes claros, e alguns fabricantes adotam diferentes termos para a mesma tecnologia. O processo necessita de ser feito pela BIOS do sistema, mas nem todos os computadores possuem uma forma clara de ativar – e alguns modelos podem nem permitir alterar essa configuração de todo, sobretudo motherboards mais antigas.

 

No nosso exemplo iremos basear-nos na BIOS de uma motherboard da MSI com processador AMD Ryzen, mas deverá verificar para o seu caso em especifico ou por configurações que sejam de termos similares.

 

1- Reinicie o sistema, pressionando na tecla de acesso à BIOS imediatamente após o computador reiniciar. A tecla pode variar entre F2, F8, F12 ou a ESC – normalmente surge uma pequena mensagem de alerta no arranque com a tecla. Se passar o arranque da BIOS e verificar que o sistema está a reiniciar, necessita de repetir o processo.

2- Dentro da BIOS aceda a “Settings” > Security” > “Trusted Computing”.

 

BIOS MSI Security TPM ativar

 

3- Selecione a opção “Security Device Support” e coloque a mesma como “Enable”.

4- Verifique se a opção “AMD fTPM Switch” está configurada para “AMD CPU fTPM”. No caso de sistemas Intel deverá surgir algo similar a “Intel Platform Trust Technology”.

 

TPM 2.0 ativar na AMD e MSI

 

5- Feito isto guarde as alterações da BIOS (normalmente na tecla F10) e reinicie o sistema.

 

E já que se encontra na BIOS, talvez seja recomendado verificar também outra configuração que necessita de ter ativado para usar o Windows 11: o Secure Boot.

 

> Como ativar o Secure Boot na BIOS?

 

O Arranque Seguro (conhecido como Secure Boot) é mais um requisito do Windows 11 que necessita de se encontrar ativo. A ativação desta funcionalidade deve ser feita na BIOS, sendo que tal como acontece também com a TPM, o processo pode ser ligeiramente diferente dependendo da motherboard – terá de analisar no seu caso.

 

No caso do nosso exemplo da motherboard da MSI:

1- Aceda a “Settings” > Advanced > “Windows OS Configuration”.

 

Windows OS configuration BIOS MSI

 

2- Selecione a opção “Secure Boot”

 

Secure boot MSI

 

3- Na opção “Secure Boot Mode”, coloque o mesmo como “Custom”. Pode surgir um alerta relativo à alteração das chaves de segurança, sendo que pode carregar em “Yes” para continuar.

4- Carregue na opção “Enroll all Factory Default Keys”, confirmando a instalação das novas chaves.

5- Por fim, na opção “Secure Boot”, colocamos a mesma como “Enabled”.

 

Feito isto basta guardar as alterações e reiniciar o sistema.

 

Uma nota importante: para poder instalar o Windows 11, o seu sistema atual necessita de se encontrar configurado com o UEFI. A maioria dos sistemas deve possuir esta configuração sobre o nome de “BIOS UEFI/CSM Mode” e ativada como UEFI por padrão, mas caso verifique, no momento de ativar o Secure Boot, que surge a indicação de se encontrar configurado como “Legacy” ou “CSM”, existem más notícias.

 

Neste caso, a única forma de poder instalar o Windows 11 será realizando a formatação do sistema que possui atualmente. Não é diretamente possível alterar do modo “Legacy/CSM” para o UEFI sem que seja feita a reinstalação do Windows – se alterar essa opção sem reinstalar o Windows, possivelmente vai verificar que deixa de conseguir aceder à instalação do sistema.

 

Se todos os passos forem feitos corretamente, e tanto o TPM como o Secure Boot se encontrarem configurados de forma correta, deverá agora conseguir validar a instalação do Windows 11 e estará preparado para receber a mesma quando chegar aos utilizadores em geral.

 

Conseguiu ativar o TPM e o Secure Boot? Ou ainda verifica problemas?

Deixe nos comentários.

avatar

Mensagem Sex 25 Jun 2021 - 12:31 por aemarques

Excelente tutorial - obrigado pelas dicas!

Anonymous

Mensagem Sab 26 Jun 2021 - 18:30 por A.Pinto

Boas, tenho uma ASUS TUF Gaming X570-Plus e um 5800X, as opções na BIOS são diferentes. Alguma possibilidade de colocarem um tutorial igual para boards com UEFI BIOS? Obrigado.

DJPRMF

Mensagem Sab 26 Jun 2021 - 18:33 por DJPRMF (Conectado)

A.Pinto escreveu:Boas, tenho uma ASUS TUF Gaming X570-Plus e um 5800X, as opções na BIOS são diferentes. Alguma possibilidade de colocarem um tutorial igual para boards com UEFI BIOS? Obrigado.

 

Cada motherboard possui configurações diferentes, pelo que é praticamente impossível de indicar para cada modelo existente.

Terá de analisar as definições existentes na BIOS da sua e pesquisar por alguma que contenha termos similares aos indicados no artigo - tratando-se de um sistema com processador AMD, possivelmente deve usar o mesmo termo que o indicado na BIOS da MSI para o TPM 2.0.

Em todo o caso, pesquise por algo que indique "Security" ou nas configurações avançadas

tudo para prejudicar o pobre nunca para ajudar só faz para f**** menos favorecido só pensa em pisar no pobre massacrar só quero o final de tudo isso.

É possível instalar o Windows 11 sem as chaves de Secure boot geradas/ativadas.

Para software que necessita que o Secure boot esteja ativado (MSInfo e secureboot/arranque seguro tem de aparecer ativado), têm de gerar novas chaves ou ativar as chaves de fábrica nas opções das vossas motherboards.

Usem o Google para saberem qual o processo para a marca/modelo da vossa board.

DJPRMF

Mensagem Qui 9 Set 2021 - 20:59 por DJPRMF (Conectado)

@Palmeira é possível instalar o Windows 11 de forma não oficial sem o TPM - a Microsoft já o confirmou. No entanto, não é uma medida oficial e o sistema não vai ser suportado pela empresa, além de não receber atualizações futuras.

 

Este artigo será para ativar o TPM e Secure Boot, não para gerar novas keys Wink 

Obrigado pelo excelente tutorial. no inicio do ano montei um computador com uma asus x570 tuf gaming plus e infelizmente ficou configurada com CMS/legacy. segundo o tutorial terei de formatar o sistema. No entanto encontrei um tutorial na windowscentral onde descrevem como converter o disco de arranque para GPT, sem necessidade de formatacao, e assim poder depois mudar a bios para UEFI. o titulo do artigo é "how to convert MBR to GPT drive to switch BIOS to UEFI on Windows 10" .alguém já experimentou? ou tenho mesmo de reformatar o sistema?

 

obrigado

 

DJPRMF

Mensagem Sex 8 Out 2021 - 10:30 por DJPRMF (Conectado)

@algomas

Existem formas de realizar isso, sim.

Mas eu teria atenção aos possíveis problemas que podem advir dai. Cada sistema é diferente, e existe a possibilidade de nem tudo correr como se espera no final.

 

Esse método de "conversão" é possível de ser usado, mas de longe algo que se considere "seguro" para os dados.

Se algo correr mal, vai perder os dados na mesma. Uma reinstalação nunca faz mal: sim, dá trabalho ter de voltar a instalar tudo, mas fazendo os backups e tendo tudo preparado, é relativamente rápido 

@DJPRMF obrigado pelo comentario. Pois tenho de ver os pros e contras das duas situaçoes. e normalmente todos estes processos de conversao mais tarde ou mais cedo dao problemas. Nesse caso até devo poder instalar directamente o windos 11 de raiz, em vez de fazer o upgrade depois.

DJPRMF

Mensagem Sex 8 Out 2021 - 11:06 por DJPRMF (Conectado)

@algomas

Se pode reinstalar, é o mais recomendado. Smile





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech