1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

INEM e Universidade Católica Portuguesa

 

O INEM e o sistema da Universidade Católica Portuguesa são as duas mais recentes entidades a serem alvo de ataques informáticos, no que terá resultado o roubo de informação sobre ataque do estilo de ransomware.

 

No caso do INEM, o ataque terá ocorrido durante o início desta semana, e por entre os conteúdos roubados dos sistemas internos da entidade podem encontrar-se dados sensíveis dos funcionários, nomeadamente credenciais de acesso.

O ataque terá sido confirmado pelo INEM, sendo que a origem do mesmo ainda é desconhecida. No entanto, a entidade afirma que foram implementadas de imediato as medidas de segurança para esta situação.

 

De acordo com várias ferramentas de monitorização de ataques, existem registos que vários dados de login associados com funcionários da entidade podem ter sido afetados, juntamente com ficheiros internos, o que indica que alguns dos sistemas da entidade podem ter sido comprometidos.

Estes registos possuem datas do início de Dezembro, pelo que o roubo de dados podem ter sido realizado ainda antes da confirmação oficial da entidade para o início desta semana.

 

O INEM admite já ter comunicado o incidente ao Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e a Polícia Judiciária, sendo que se encontra a decorrer a investigação.

 

No caso da Universidade Católica, o ataque terá ocorrido no final de Novembro, mas apenas agora o mesmo foi confirmado pelo grupo de ransomware "Vice Society". O grupo confirmou ter roubado vários ficheiros associados aos sistemas internos da empresa, sendo que no seu site sobre a rede TOR foram ainda partilhados vários ficheiros da entidade – incluindo registos financeiros, de alunos e diversas informações internas da instituição.

 

confirmação do ataque

 

A Universidade Católica Portuguesa terá notificado a sua comunidade do ataque no passado dia 30 de Novembro, sendo que desde então foram feitos esforços para repor a normalidade.

 

Em comunicado ao jornal Expresso, a entidade garante que não existem evidências de dados pessoais terem sido recolhidos do ataque, no entanto, o grupo responsável pelo ataque terá divulgado vários ficheiros que terão sido roubados do mesmo, e onde se encontram presentes conteúdos pessoais da comunidade – incluindo dados sensíveis – e igualmente da instituição.

 

O grupo Vice Society é conhecido por usar ransomware para realizar os seus ataques, onde os sistemas afetados possuem os seus dados roubados antes de os mesmos serem encriptados, sobre um pedido de resgate. Ainda se desconhece se este terá sido o método de ataque usado neste caso.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech