1. TugaTech » Internet e Redes » Duvidas e Ajuda de Redes e Internet

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Nof

Avançado

Depois de cinco anos de uma transformação cultural, tecnológica e de modelo de negócio, a inauguração do Data Center marca uma aposta no futuro e aponta para as nuvens.

 

A contagem chegou ao fim. O Data Center da PT na Covilhã está ligado ao mundo a partir de hoje, dia 23 de setembro. Um momento que arrancou com uma projeção de video mapping sobre as características do Data Center e que representa para a PT um ponto de partida mais do que um ponto de chegada.

“O Data Center que inauguramos hoje assinala um marco na transformação da PT num operador global. Apesar do contexto pouco favorável ao desenvolvimento do setor na UE, a PT organizou um ciclo de fortes investimentos em infraestruturas mas também em sistemas e processos, com o objetivo de melhor servir os seus clientes em Portugal e por todo o mundo”, disse Henrique Granadeiro, presidente executivo da Portugal Telecom, logo na abertura da sessão.

 

“A crescente importância da tecnologia exige ainda mais de nós enquanto empresa. Foi por isso que a PT decidiu investir numa infraestrutura que lhe permite estar na vanguarda dos serviços cloud. É um passo fundamental para a economia nacional e aumenta a competitividade das nossas empresas. O Data Center é importante, mas mais importante é aquilo que ele vem proporcionar”, acrescentou.

 

A cerimónia foi acompanhada por investidores, analistas, jornalistas nacionais e internacionais e vários convidados. Foram ainda celebrados alguns contratos com clientes-fundadores do Data Center, como por exemplo o BCP, a Visabeira, a Unicer e já algumas empresas brasileiras, no total de 38, essenciais para que este investimento comece a cumprir o seu objetivo e a chegar às pessoas.

As nuvens refletidas no espelho de água que rodeia a caixa-forte do Data Center simbolizam o grande objetivo da PT. Mas para chegar ao crescimento que se pretende nos serviços cloud já foram percorridos cinco anos de uma transformação cultural e tecnológica da PT que Zeinal Bava, presidente da PT Portugal, realçou na apresentação que conduziu no dia da inauguração.

 

“50 % do nosso negócio hoje em dia assenta em dados. Não somos só uma empresa de telecomunicações, mas também de entretenimento, que vende televisão. Apostámos na fibra, na cobertura de 4G e este é um processo de investimento tecnológico que termina com o Data Center. E a tecnologia tem de estar no centro de tudo o que as empresas fazem”, explicou Zeinal Bava.

Perante um tsunami de dados, a PT tem agora todos os meios tecnológicos para responder àquilo que os clientes hoje em dia procuram: cobertura, velocidade, fiabilidade e segurança. E não tem dúvidas em relação às vantagens que as soluções cloud podem proporcionar. “O desafio já não está no software e no hardware. Agora tudo depende do que conseguimos fazer com eles.”

 

A aposta na arquitetura, na sustentabilidade, na segurança e na eficiência energética, entre outras mais-valias do Data Center, puderam ser confirmadas por todos os presentes em visitas guiadas a pontos-chave do edifício. São disso exemplo os sistemas de free cooling ou de palm vein verification, que foram alguns dos que despertaram maior curiosidade entre os presentes.
   
Logo à entrada, os visitantes são recebidos por um mural do artista português Alexandre Farto, que resume tudo aquilo que o Data Center representa para a PT. “No briefing que lhe dei usei apenas três conceitos fundamentais: Visão, porque estamos a olhar para o futuro e a transformar o nosso negócio; Ambição, porque queremos chegar ao mundo todo e internacionalizar a tecnologia portuguesa; Confiança, porque isto é um grande investimento que fazemos antes de saber se vamos ter o retorno”, explica Zeinal Bava.

 

Um retorno que se quer na forma de confiança dos clientes, mas também no impulso que pode representar para a tecnologia portuguesa e para o crescimento das soluções cloud em Portugal. “Queremos um projeto agregador, de indústria, para darmos todos um passo em frente. Também não é por acaso que estamos a investir na parceria com a Universidade da Beira Interior. Queremos criar especialistas na área de cloud e queremos que as startups e empresas tecnológicas nos rodeiem aqui na Covilhã.” Um verdadeiro vale tecnológico à sombra da Serra da Estrela, que começa com este edifício que se ligou hoje ao mundo.

Fonte: Portugal Telecom

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech