1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

Angela Merkel

 

Um estudante de 20 anos terá confessado às autoridades ser o autor da revelação de dados privados de centenas de políticos na Alemanha.

 

Num dos maiores escândalos de dados pessoais roubados a entidades políticas e jornalistas na Alemanha, um jovem de 20 anos terá confessado ter realizado o ataque e divulgação dos dados por se sentir “irritado com as declarações publicas dos seus alvos”.

Segundo as autoridades, o jovem terá sido detido na sua residência durante o final do dia de segunda-feira, tendo depois confessado o ataque durante o interrogatório.

 

De relembrar que o ataque levou ao roubo de diversa informação pessoal de vários políticos e jornalistas, incluindo da chanceler alemã Angela Merkel. Os dados terão vindo a ser publicados na Internet desde o início de Dezembro de 2018, mas apenas esta semana as autoridades terão tido conhecimento dos mesmos. A maioria dos dados obtidos são considerados informação pessoal não sensível, com 60 políticos a terem informações mais sensíveis divulgadas – entre as quais números de contas bancárias, fotos e mensagens de chats privados.

 

De acordo com o portal The Guardian, as autoridades não revelaram mais informações acerca do suspeito, mas sabe-se que este não possui qualificações formais na área, embora possua um vasto conhecimento de informática. As autoridades terão descoberto o mesmo por intermédio de algumas informações que foram deixadas para trás no ataque e em contacto com outras pessoas que tiveram conhecimento do ataque e com o qual o suspeito terá entrado em contacto. Ainda se desconhece qual foi o meio principal de origem do ataque, embora a utilização de senhas pouco seguras possa ter estado numa das partes fundamentais do processo.

 

Este tipo de ataque também se enquadra no estilo de outros que tem vindo a ser realizados em diversos países nas últimas semanas, e que são patrocinados por entidades governamentais da Rússia e China, mas as autoridades acreditam que neste caso não existe motivação externa para ter sido realizado o ataque.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech