1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

Xiaomi logotipo final

 

A Xiaomi tem vindo a manter uma posição dominante no mercado dos smartphones de baixo custo, fornecendo equipamentos atraentes em nível de características e a preços acessíveis para a grande maioria dos consumidores.

 

No entanto, segundo declarações do próprio CEO da empresa, esta tendência pode-se não manter por muito mais tempo. Numa entrevista ao portal Technode, Lei Jun, CEO da Xiaomi, afirma que os modelos de smartphones da empresa devem começar a subir de preço – apesar de o mesmo sublinhar que não deverá ser uma alteração significativa.

 

Esta subida de preços deve ser verificada com mais impacto em modelos de topo da linha, como é o caso dos modelos da família Mi. O motivo para esta alteração encontra-se no facto de a empresa pretender retirar da ideia dos consumidores a “marca barata” da Xiaomi.

 

O objetivo passa por fornecer produtos que, apesar de um pouco mais caros, ainda assim forneçam qualidade final e sejam melhores do que as alternativas. Além disso, o aumento no preço de revenda iria aumentar os lucros para o investimento em novas áreas de pesquisa.

 

 

A separação de algumas linhas da marca, como é o caso da Redmi, também poderá ajudar nesta tarefa, deixando a principal de ser associada com o preço reduzido na ideia dos consumidores – e que muitos consideram ainda a Xiaomi ser uma copia da Apple em algumas das suas inspirações.

 

Seja como for, o Mi 9 deve ser o último smartphone da fabricante que irá ter um custo interior aos 300-400 dólares, com futuros modelos a superarem este valor ou a serem distribuídos para as marcas Redmi.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech