1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

GPC header

 

Possivelmente já deve ter verificado no seu navegador uma opção “Do not tracking” ou para não monitorizar a o utilizador durante a navegação. Esta funcionalidade foi introduzida na grande maioria dos navegadores como forma de melhorar a privacidade durante a navegação.

 

Apesar da funcionalidade existir e encontrar-se implementada em praticamente todos os sistemas atuais, o seu funcionamento ainda se encontra longe de ser aquele a que estaria destinado. E é aqui que entra o novo Global Privacy Control (GPC), que pretende mudar isso.

 

O Global Privacy Control (GPC) é uma nova funcionalidade que se encontra a ser criada para garantir mais privacidade para os utilizadores durante a navegação online, fornecendo uma forma destes indicarem aos sites e plataformas online que não pretendem que os seus dados sejam vendidos ou partilhados com terceiros.

Na base, este novo sistema é bastante similar ao “Do Not Track” atual, mas a diferença encontra-se no facto que está integrado com as frameworks e legislações mais atuais, como o RGPD/GDRP e a CCPA.

 

O conceito ainda se encontra nos seus primeiros passos, mas já se encontra lentamente a ser integrado numa escala mais alargada. Atualmente os utilizadores que pretendam ativar a funcionalidade nos seus navegadores podem optar por uma das soluções disponíveis: ou instalam uma extensão nos seus navegador, ou mudam para um navegador que já se encontre a suportar o GPC.

 

Atualmente apenas o navegador Brave, nas suas versões de teste, encontra a suportar a tecnologia, sendo que brevemente deverá chegar também na versão estável. Espera-se ainda que venha a ser disponibilizado em outros navegadores ao longo dos próximos meses.

Para os restantes, é possível também ativar o GPC com a instalação das extensões do DuckDuckGo, Disconnect, EFF ou Abine. O DuckDuckGo Privacy Browser para iOS e Android também conta com a funcionalidade integrada de forma nativa.

 

Para os utilizadores finais, não existe muito mais a realizar. Assim que a funcionalidade se encontra ativa, todos os pedidos enviados do navegador para os sites online vão conter a header da GPC, que informa os sites da existência deste pedido – e depois parte dos mesmos realizarem as respetivas tarefas para isso, ou podem simplesmente ignorar a header e continuar a funcionar normalmente como se o GPC não estivesse presente.

 

Quanto ao possível sucesso do GPC, ainda é algo cedo para dizer. Não existem dúvidas que o Do Not Track, apesar de ter trazido alguns benefícios, ainda se encontra longe de ser um sucesso para garantir qualquer privacidade online, e não existem garantias que o GPC será diferente.

Além disso, ainda parte das empresas tomarem medidas sobre a implementação do GPC, além de ser necessário também criar legislações para o mesmo e outras tarefas que, possivelmente, vão ainda demorar bastante tempo até chegarem ao público em geral.

 

Para já, o conceito do GPC será sem dúvida interessante, mas ainda fica longe de ser uma resposta total para o problema.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech