1. TugaTech » Hardware » Noticias de Hardware

Siga-nos

Processador em exposição

 

Como parte das sanções aplicadas à Rússia pela Guerra com a Ucrânia, várias empresas deixaram de fornecer produtos e serviços ao pais, sendo que a AMD e Intel foram dois dos nomes nesta lista.

 

Com as mudanças feitas no mercado, as empresas russas ficaram também impossibilitadas de usarem componentes que tivessem sido produzidos pelos EUA ou de empresas sediadas no pais. Na altura, o mercado Russo manteve a produção de hardware até certo ponto, tendo em conta as empresas locais que fazem uso da tecnologia de produção da TSMC.

 

No entanto, também a TSMC deixou de fornecer a sua produção para a Rússia, tendo em conta as limitações aplicadas por Taiwan. E agora, o Ministério do Desenvolvimento Digital da Rússia aponta que existem consideráveis problemas na capacidade de produção de processadores localmente.

A Elbrus e a Baikal são atualmente as duas entidades russas que ainda produzem unidades para o mercado, mas a recente sanção aplicada por Taiwan veio prejudicar consideravelmente essas tarefas.

 

Os dados mais recentes apontam que as duas empresas russas, ao longo deste ano, apenas foram capazes de produzir unidades de processadores locais para cerca de 15.000 computadores e 8 mil servidores. Estes valores são consideravelmente abaixo do que as autoridades locais necessitam, e isso parece estar a prejudicar as operações russas em larga escala.

 

Além disso, mesmo os processadores fabricados por estas entidades, encontram-se gerações atrás do que se encontra atualmente no mercado.

Em junho, o Ministério de Assuntos Económicos de Taiwan (MOEA) divulgou oficialmente sua lista de produtos de alta tecnologia proibidos de serem enviados para a Rússia e a Bielorrússia, numa tentativa de não permitir que os países usem tecnologia avançada para fins militares.

Em particular, as autoridades de Taiwan proibiram as exportações de processadores com desempenho superior a 5 GFLOPS, operando a 25 MHz ou superior, apresentando uma interconexão externa com uma taxa de transferência de dados de 2,5 MB/s ou superior e/ou com uma ALU mais ampla de 32 bits.

 

Basicamente, Taiwan não permite exportações de processadores avançados para a Rússia, então a TSMC não pode enviar os chips contratados para produzir para o país.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech