1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

panama Papers

 

As altas figuras de topo, celebridades e milionários encontram-se a ser abalados com o recente caso “Panama Papers”. Este é já considerada uma das maiores fugas de informação de sempre, com consequências que poderão ser desastrosas para vários nomes.

 

O caso divulgado pelo jornal alemão Süddeutsche Zeitung recai sobre a empresa Mossack Fonseca, sediada no Panamá, a qual possui um esquema de funcionamento bastante simples, permitindo que milionários possam manter a sua fortuna segura.

A empresa estaria a vender entidades fictícias a diversas figuras mediáticas, com o objetivo de estas poderem preservar os seus ganhos em diversos paraísos fiscais, evitando o pagamento de impostos e encobrindo atividades ilícitas.

 

Os dados constantes na fuga revelam vários nomes e informações sobre um vasto conjunto de políticos, celebridades e desportistas que estaria a utilizar os serviços da empresa. Apesar da informação valiosa presente nestes dados, o que impressiona é mesmo a quantidade desta fuga: mais de 2,6 terabytes de dados, o que correspondem a 11,5 milhões de ficheiros.

 

 

Os dados foram divulgados ao jornal alemão por mais de um ano, tendo a origem dos mesmos permanecido anónima. Todos os dados eram enviados de forma encriptada e sem qualquer contacto presencial.

Para se perceber melhor a escala desta fuga de informações, é possível comparar-se com outros casos similares, como o do Wikileaks:

 

escala panama papers

 

No total, a análise e interpretação dos dados demorou cerca de um ano, onde estiveram envolvidos mais de 400 jornalistas, e sobre mais de 100 entidades em 80 países. A organização deste esforço conjunto foi idealizada pela International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ), que também já tinha realizado tarefas similares no passado, com o Offshore Leaks, Lux Leaks e o Swiss Leaks.

 

Entre os dados obtidos encontram-se mais de 11.5 milhões de ficheiros, compostos por e-mails, ficheiros pdf, fotografias e excertos da base dados da empresa. Os dados dizem igualmente respeito a um período alargado: entre 1970 e a Primavera de 2016.

 

ficheiros panama papers

 

Com a disponibilização pública desta informação, começa-se a relacionar vários nomes conhecidos a nível mundial, assim como algumas operações sobre o funcionamento do esquema e como este permitia aos mais ricos “fugir” do pagamento de taxas e contribuições. Mas ainda deverá demorar algum tempo até que toda a informação seja processada.

 

Fonte Süddeutsche Zeitung







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech