1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.




E, de um momento para o outro, a blogosfera, aliada ao Twitter e ao Facebook, ganha novo assunto de debate... e uma empresa fica a saber, da pior maneira, qual o verdadeiro poder das redes sociais...

O assunto mais twitado do momento tem um nome muito simples: Ensitel. Tudo começou em 2009, com uma consumidora queixosa que tentou por diversas vezes trocar um equipamento que, tudo indica, vinha com defeito, dentro dos prazos legais de entrega. Seguir-se-ia uma autêntica "luta" pela reparação, troca do equipamento ou devolução do dinheiro, luta essa que só terminou num julgamento... ou não.

A "luta" foi reaberta abruptamente no dia 22 de Dezembro, quando a consumidora, autora do blogue Jonasnuts e bastante conhecida na blogosfera, recebeu uma nota de citação pessoal de parte da Ensitel, a exigir que apague os posts que colocou no blogue em que menciona a empresa.

A questão extrapolou o simples post e virou guerra no Twitter e no Facebook, onde a empresa é, agora, o assunto mais falado (da pior maneira). Senão vejamos os dados: #Ensitel foi a hashtag mais utilizada ontem à noite em Portugal e continua a liderar a lista de hashtags mais usadas nas últimas horas, de acordo com o TwitterPortugal. No Facebook, a página da marca foi inundada de comentários, que, conta quem viu, estão a ser apagados um a um.

Não se fala de outra coisa nas redes sociais, em Portugal. Há quem jure boicote à empresa, quem a acuse de tentar impedir a liberdade de expressão dos seus clientes e há até mesmo quem queira fazer manifestações à porta das lojas.

Em causa está, no fundo, a maneira como a empresa lidou com a situação, menosprezando o poder das redes sociais e tentando, a todo o custo, "silenciar" quem tinha uma opinião negativa. Resultado? Uma avalanche de comentários negativos na Internet... que já extrapola as redes sociais e tem, certamente, impacto no "mundo real". Uma lição que, porventura, muitas outras empresas terão de aprender ainda: não se deve desprezar o poder do cidadão comum, com um teclado e uma ligação à Internet....e "seguidores" nas redes sociais.
ACTUALIZAÇÃO - O Comunicado da Ensitel:
A empresa já reagiu à avalanche de comentários negativos de que foi alvo nas redes sociais, com um comunicado no Facebook, onde refere que "não põe minmanente em causa qualquer tipo ou forma de liberdade de expressão", mas, no entanto, "repudia, rejeita e não aceita ser alvo de uma autêntica campanha difamatória", assente, dizem, "em factos absolutamente falsos", com o intuito de "denegrir a imagem e boa reputação" da marca. Esta campanha surge, explica a empresa, "porque o cliente não se conformou com uma decisão judicial que lhe foi desfavorável".
As reacções não se fizeram esperar, tanto no próprio comunicado, como no Twitter e Facebook.


JN




Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Qua 29 Dez 2010 - 22:43 por DJPRMF

Simplesmente, desculpem a expressão, ESTÚPIDO!

Já não é a primeira vez que algumas empresas nacionais tentam "calar" os utilizadores por estes actos. Eu tive um caso identico com a Vodafone e sei como é. Não criei uma "guerra", mas sei qual o "poder" das empresas.

Mas digo tambem que não é com estes actos que os utilizadores ficam a ganhar... Pode não ser da melhor maneira, mas ao fazerem "furor" e serem um nome chamado e pesquisado, estão também a criar, de certa forma, "publicidade gratuita".
Sim, concordo que não é publicidade da melhor, mas ganham nome assim. Pode não ser agora, mas irá fazer o nome mais popular no futuro.

E, sinceramente, "nós" (utilizadores) não podemos fazer quase nada, pois somos apenas simples clientes. E se criamos guerras e processos, muitas vezes (não todas felizmente) saímos a perder...
Enfim, é a sociedade em que viemos.. Sad




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech