1. TugaTech » Hardware » Noticias de Hardware

Siga-nos

Google pixel 4

 

Para quem esteja a pensar comprar ou seja atualmente dono de um Pixel 4 da Google, depois dos vários problemas com a taxa de atualização do ecrã, surgem agora relatos que este também não se encontra a iluminar na sua capacidade total.

 

De acordo com Mishaal Rahman, editor do portal XDA-Developers, a Google encontra-se a limitar a capacidade total de brilho no ecrã do Pixel 4 para aproximadamente 450 nits. Este valor é consideravelmente inferior ao que se encontra nos ecrãs de outros dispositivos de topo lançados este ano, onde normalmente o valor se encontra em aproximadamente 700 nits.

 

O próprio ecrã que se encontra no Pixel 4 é capaz de fornecer mais brilho do que este, mas a Google terá limitado via software o mesmo para não ultrapassar o valor anterior. O motivo para esta limitação não é oficialmente conhecido, mas será bastante previsível o porque: bateria e autonomia.

 

Os novos Pixel 4 possuem uma bateria consideravelmente mais reduzida em capacidade que os modelos anteriores, ou até outros smartphones lançados este ano. O ecrã é uma das principais fontes de consumo de bateria, e quanto mais brilhante esteja, mais bateria gasta.

Com isto, a empresa optou por limitar o brilho do ecrã para evitar um consumo elevado de bateria e má experiência de utilização final. Porém, isto também faz com que o dispositivo fique consideravelmente mais difícil de se ver em ambientes exteriores.

 

Uma das situações onde o software realiza automaticamente o aumento do brilho para mais de 450 nits será em reprodução de video. Nestes casos o brilho aumenta consideravelmente para um valor superior ao normal, mas quando o utilizador sai do conteúdo, volta a ser aplicado o limite inferior - mesmo que as definições de brilho no Android estejam no máximo dos permitidos.

 

Felizmente existem já atualizações que permitem aumentar este valor, de forma a que o sistema permita o brilho superior a 450 nits – no total o ecrã do Pixel 4 é capaz de suportar 610 nits. Porém, estas alterações exigem o acesso root ao sistema e também irão drasticamente reduzir a autonomia das baterias dos equipamentos -  que por si só já é reduzida.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech