1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Amazon mascaras

 

Com vista a evitar a aquisição em massa por consumidores de produtos médicos e de saúde, a Amazon revelou que irá começar a limitar as vendas destes produtos apenas a instituições médicas ou organizações credenciadas na área da saúde, com vista a ajudar no combate ao COVID-19.

 

Com a falta de stock de máscaras em muitos pontos de venda mundiais, a Amazon tem vindo a ser um dos principais pontos de venda destes produtos. No entanto, recentemente a empresa revelou que irá começar a limitar as vendas de máscaras N95 apenas a profissionais de saúde, com vista a garantir que os mesmos possuem acesso a equipamento médico essencial durante a pandemia e que este não é esgotado por outras fontes.

 

Esta medida surge dentro das várias regras que a Amazon tem vindo a aplicar na aquisição de produtos. Ainda durante o início do mês passado a empresa revelou que iria começar a priorizar as compras feitas por entidades de saúde e sobre itens de primeira necessidade – como comida ou bens diários.

 

Para os restantes produtos, os vendedores ainda poderão manter os mesmos na loja, mas terão de suportar os custos de envio, sem que os mesmos sejam processados pelos Armazéns da Amazon diretamente – o que acaba por ser um custo mais elevado para os mesmos.

 

Seja como for, o objetivo final passa por garantir que os profissionais e instituições de saúde possuem acesso aos produtos necessários para o combate à pandemia, que será o principal foco das vendas na Amazon hoje em dia.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech