1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Email bloqueado por spam

 

As listas de spam são uma pequena parte, mas importante, que compõem qualquer servidor de email na Internet. Estas listas são fundamentais para garantir que os administradores de sistemas, e também os utilizadores, não recebem mensagem de fontes conhecidas como sendo geradoras de spam.

 

Vários sistemas de email utilizam listas diferentes para identificar IPs que são conhecidos por enviarem spam para diferentes “vitimas”. Uma dessas listas é a “UCEPROTECT”, que recentemente tem vindo a causar um grande transtorno para alguns administradores e utilizadores de email.

 

A UCEPROTECT opera três listas diferentes de spam, que variam a nível de intensidade de bloqueio – três níveis. A UCEPROTECT-Level1 regista sobretudo IPs individuais considerados como geradores de spam, a UCEPROTECT-Level2 bloqueia toda a sub-rede desse mesmo IP e a UCEPROTECT-Level3 será a mais drástica de todas, podendo bloquear gamas completas de IPs caso exista um elevado volume de IPs geradores de spam na mesma.

A UCEPROTECT-Level3 é normalmente usada para demonstrar entidades que possuem pouco controlo sobre as suas gamas de IPs, e pode levar ao bloqueio de centenas ou milhares de IPs diferentes visto englobar diferentes ASNs e gamas.

 

Ao longo dos anos a UCEPROTECT tem vindo a ser extremamente desaconselhada para uso em ambientes de produção, uma vez que o interesse principal da lista passa sobretudo por motivar os IPs bloqueados por spam a pagarem para removerem o registo da lista, invés de tentarem resolver o problema que causou inicialmente o registo – como a maioria das listas de spam começa por realizar.

 

Recentemente a UCEPROTECT alterou a forma como os IPs são classificados como spam dentro das suas listas, sobretudo sobre a UCEPROTECT-Level3, o que tem vindo a causar uma verdadeira dor de cabeça para os administradores de sistemas.

As recentes alterações feitas por parte da lista alteraram também a classificação do que é considerado para ser englobado dentro da lista UCEPROTECT-Level3, e estão a fazer com que praticamente metade da internet esteja a ser bloqueada nesta lista.

 

dados sobre ips bloqueados nas listas

 

Com as alterações feitas, entidades como a Amazon passaram subitamente a ter milhares dos seus IPs bloqueados dentro da lista, sendo que o próprio site da UCEPROTECT indica que essas entidades estão listas e consideradas como as “maiores geradoras de spam” – estando listados IPs que nem sequer possuem atividade de email, mas ficam agora englobados na lista apenas porque outros IPs da mesma entidade foram bloqueados em algum ponto.

 

lista de spam com ASN bloqueado

 

O mesmo aplica-se também a várias outras empresas pela Internet, que passaram a ter os seus IPs listados até mesmo sem terem qualquer género de spam a ser gerado pelos mesmos – em certas situações, basta um IP ser considerado como “spam” para a gama completa da ASN ser incluída na lista. Pelas estatísticas da própria lista de spam, é possível verificar-se que mais de metade da Internet encontra-se atualmente bloqueada na mesma.

 

Como referido anteriormente, são bem conhecidas as práticas agressivas da UCEPROTECT para requerer o desbloqueio de IPs ou gamas completas de IPs, forçando muitas vezes o pagamento para tal. Isto é um dos motivos pelos quais os principais sistemas de email não usam esta lista, mas existe uma entidade que ainda a mantêm: a Microsoft.

 

A Microsoft é uma das poucas entidades no mercado dos sistemas de email que ainda usa a lista da UCEPROTECT-Level3 para identificar possíveis IPs de spam – ou gamas onde existam tais IPs.

Com isto, ao longo dos últimos dias vários administradores de sistemas têm vindo subitamente a verificar que os seus sistemas não são capazes de enviar emails para contas do Outlook ou Hotmail, tudo porque a gama de IPs foi bloqueada pela UCEPROTECT.

 

Sem dúvida, a UCEPROTECT-Level3 não será a única lista que a Microsoft utiliza para bloquear spam, mas com a listagem de milhares de IPs na mesma de forma súbita, isto tem vindo a causar graves problemas de entrega de emails para uma grande parte da Internet – sobretudo tendo em conta a popularidade da Microsoft como fornecedora de plataformas de email.

 

Infelizmente, não existe nada que os utilizadores possam realizar para evitar esta situação. A única forma de evitar que os emails possam ser bloqueados será deixar de usar a lista da UCEPROTECT-level3, ou qualquer outra lista desta entidade, nos sistemas de email. Em entidades como a Microsoft, infelizmente terá de ser a própria entidade a resolver a situação.

Nenhum comentário.

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech