1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

Hackers chineses usam Twitter e Yahoo Mail para atacar governo indiano




É a segunda vez que a Information Warfare Monitor denuncia as actividades de uma rede de ciberespiões sedeada na China.

Depois de ter dado a conhecer a poderosa GhostNet (que atacou embaixadas portuguesas, entre outras vítimas de 103 países), o grupo de especialistas em ciber-segurança acaba de informar que a Shadow, uma rede que operava a partir de cidade de Chengdu, China, conseguiu aceder a múltiplos computadores usados em empresas, laboratórios, entidades governamentais e militares indianas, bem como à rede das Nações Unidas, os escritórios do líder tibetano Dalai Lama e a embaixada do Paquistão nos EUA.

Os autores do relatório acreditam que os mentores da Shadow terão recorrido a portais e redes sociais para concluir os ataques com sucesso.

De acordo com a IDG News Service, os peritos da Information Warfare Monitor terão descoberto três contas do Twitter, cinco contas Yahoo Mail, oito blogs do Blogspot, nove blogs do Baidu, um site no Google Sites, e 16 blogs no Blog.com que terão sido usados para lançar os ciberataques da rede Shadow.

Tendo em conta o número de máquinas afectadas, os responsáveis pelo relatório não têm dúvidas de que a Shadow teria por alvo prioritário o governo indiano.

Através de um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o governo chinês negou qualquer participação nas redes Shadow e reiterou ser contra qualquer tipo de ciberespionagem.

O Information Warfare Monitor é um projecto que resulta da parceria entre o Munk Center for International Studies, da Universidade de Toronto, e o SecDev Group. O relatório contou ainda com o apoio da Shadowserver Foundation.

Fonte: Exame Informática







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech