1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

autopilot da tesla

 

Um ex-funcionário da Tesla encontra-se a ser processado pela empresa depois de, alegadamente, ter distribuído o código fonte do programa de auto-piloto para uma empresa rival na china.

 

De acordo com o processo em tribunal, o ex-funcionário Guangzhi Cao é acusado de descarregar várias partes do código fonte da Tesla relativo ao programa de auto piloto da empresa, e de o fornecer à empresa Xiaopeng Motors, na qual se encontra agora a trabalhar.

Cao afirma ter guardado algumas partes do código na sua drive pessoal enquanto trabalhava com a empresa, mas não que tenha distribuído a mesma com terceiros ou com a entidade na qual se encontra atualmente.

 

O ex-funcionário terá recebido a proposta de trabalho por parte da Xiaopeng Motors em Novembro de 2018, mas começou a armazenar dados da Tesla muito antes disso. A empresa alega que o ex-funcionário enviou mais de 300.000 ficheiros e pastas para a sua drive no iCloud, sendo que estes terão sido depois distribuídos para a rival a troco de ganhos monetários dentro da empresa.

 

A empresa Xiaopeng Motors é uma rival da Tesla no mercado chinês, sendo que a marca é também conhecida por outros casos graves de roubo de dados a empresa e espionagem industrial. O ano passado um ex-funcionário da Apple foi acusado de fornecer informação sobre o carro autónomo da empresa à Xiaopeng Motors, sobre promessas de ganhos monetários dentro da empresa.

 

Até ao momento, a Xiaopeng Motors apenas alega que não terá cooperado com nenhum trabalhador para o roubo de potencial informação sigilosa. A Tesla também não se encontra a acusar formalmente a Xiaopeng Motors de espionagem, apenas o ex-funcionário pelo roubo da informação para potenciais fins ilícitos.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech