1. TugaTech » Software » Noticias de Software

Siga-nos

Steam games

 

Hoje em dia é cada vez mais vulgar a compra de jogos em formato digital, tanto que as vendas físicas são algo considerado como “antiquado” e raro de ser feito em muitas ocasiões. Plataformas como a Steam vieram ajudar neste processo, fornecendo todo o catálogo de jogos a um clique de download.

 

No entanto, para quem pretenda revender os seus jogos, a tarefa fica também consideravelmente mais complicada. Enquanto o formato físico permitia esta revenda facilmente, o mesmo não é possível de ser feito no formato digital de forma direta. A pensar nisso, um tribunal em França encontra-se agora a abrir a possibilidade de vir a ser feita a revenda de jogos digitais.

 

A UFC Que Choisir, associação francesa que trabalha pelos direitos dos consumidores em França, encontra-se a acusar a Valve de negar acesso a um direito base dos consumidores, sobre a revenda dos jogos que adquiram pela plataforma. Além disso, a associação também defende que as empresas mantêm o saldo das contas dos utilizadores caso estes encerrem as mesmas – não fornecendo a capacidade de retirar o mesmo para proveito próprio da empresa.

 

Para a associação, isto acontece porque a Steam não possui ainda um concorrente de peso no mercado dos videojogos, e aproveita estas falhas na legislação para proveito próprio do seu nome.

 

O objetivo do caso seria permitir que os consumidores da Steam tivessem a possibilidade de revender os seus jogos a outros utilizadores. No entanto, até ao momento o caso ainda se encontra em analise, com a Valve a sublinhar que o vendido pela empresa é apenas a subscrição do jogo, e não a licença do mesmo.

 

É também importante sublinhar que existem diferenças entre a revenda de jogos físicos e digitais. No passado, a revenda de jogos físicos era vista com desagrado pelas editoras, mas permitia aos consumidores adquirirem jogos em segunda mão – que normalmente eram vendidos a preços mais reduzidos face a alguns danos no disco, caixa, etc.

No entanto, estes problemas não existem em conteúdos digitais, pelo que a única consideração para a revenda a um custo inferior será na desvalorização que os próprios jogos obtêm ao longo do tempo. Ou seja, existe menos incentivo para a revenda de um jogo digital do que existia com os jogos físicos, com poucos lucros para os vendedores no final.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech