1. TugaTech » Software » Noticias de Software

Siga-nos

Windows logo

 

A Microsoft recentemente revelou que iria começar a disponibilizar a mais recente versão do Windows 10 para mais sistemas, que anteriormente ainda não tinham atualizado para a versão mais recente disponível – sem ser o Windows 11 claro.

 

Para garantir que a atualização para o Windows 10 21H2 é feita de forma suave, a Microsoft afirma que vai usar Inteligência Artificial para tornar o processo o mais linear possível para os utilizadores, o que envolve ter o processo de atualização sem afetar o dia a dia dos mesmos.

 

No entanto, a empresa também aproveitou esta medida para indicar mais detalhes sobre como as atualizações são fornecidas, e o motivo pelo qual muitos sistemas podem até encontrar-se dentro dos parâmetros para serem atualizados, mas não o são.

 

Segundo a empresa, o Windows analisa constantemente a melhor altura para executar o Windows Update, o que inclui analisar as horas em que o sistema se encontra ativo e com ligação à Internet.

Para atualizar o Windows é necessário que se tenha acesso à internet, e como tal o sistema analisa a quantidade de tempo, em média, que o sistema passa ligado à rede. A partir dai, são feitos os cálculos para se encontrar a melhor altura para atualizar.

 

Segundo a Microsoft, os sistemas necessitam de se encontrar pelo menos duas horas antes da atualização ligados à Internet, e seis horas depois desta ser instalada. Como tal, os sistemas que não estejam este período de tempo, em media, ligados e online, podem acabar por falhar nas atualizações.

 

Ou seja, se verifica que o seu sistema não está a receber as versões mais recentes do Windows a tempo, talvez seja porque não passa tempo suficiente com o mesmo ligado ou online.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech