1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Twitter sobre fundo negro

 

A discussão sobre o número de contas de spam que existem no Twitter continua bem acesa, tendo sido um dos principais motivos pelos quais Elon Musk terá saído das intenções de compra da plataforma – num caso que agora promete alargar-se nos tribunais.

 

No entanto, muito antes de Elon Musk ter demonstrado interesse na compra da plataforma, outra empresa tinha ideias de comprar a rede social: a Disney. Em meados de 2016, os rumores apontavam que a Disney poderia estar interessada na compra da plataforma.

 

Eventualmente, a compra não se veio a realizar, com ambas as partes a seguirem o seu caminho e a Disney a não ter conseguido chegar a um acordo com a plataforma. Apesar de contas falsas não terem sido um dos principais motivos para fazer cair por terra este negócio, agora surgem novas revelações que indicam que isso pode ter estado em cima da mesa.

 

De acordo com o antigo CEO da Disney, Bob Iger, este veio recentemente revelar que quando a empresa estava a planear realizar a compra do Twitter, esta analisou também o número de contas de spam que existiam na plataforma, no que o mesmo agora classifica como sendo “complicado”.

 

Segundo Iger, a Disney terá visto o Twitter como uma plataforma perfeita para crescer o portefólio de produtos da empresa, e que se adaptava às ideias da mesma na altura. No entanto, na altura chegou-se à conclusão que a violência e conteúdos de ódio que existiam sobre o serviço poderiam revelar-se problemáticos, e este terá sido um dos motivos pelos quais a compra não foi realizada.

 

No entanto, a questão das contas de spam que existem no Twitter também esteve sobre a mesa, e Iger afirma que, na altura, as dados eram bastante complicados. Na altura, o ex-CEO afirma que os dados apontavam para a existência de um elevado número de contas falsas e de bots sobre o serviço.

 

Apesar de os dados concretos não terem chegado a ser analisados, o ex-executivo afirma que estes valores eram consideravelmente elevados para uma plataforma como o Twitter. Na realidade, estes dados foram tidos em conta na altura em que a Disney fez a possível proposta de compra, e terá tido impacto no valor final que era oferecido pela plataforma.

 

De relembrar que Elon Musk terá cancelado a compra do Twitter depois de alegar que os dados fornecidos pela plataforma não se encontravam corretos. O Twitter alega ter menos de 5% de contas falsas, quando Musk acredita que o valor encontra-se mais perto dos 20%.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech