1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

FTX com dinheiro bitcoin

 

O hacker que, alegadamente, roubo mais de 600 milhões de dólares da FTX, poucos dias depois de a empresa ter entrado em insolvência, agora encontra-se a converter os fundos para outras criptomoedas.

 

De acordo com os registos da blockchain, o atacante terá começado a converter os 600 milhões de dólares roubados da FTX para Ren Bitcoin (renBTC), um token que representa o Bitcoin sobre outras blockchains.

Com esta conversão, a carteira associada com o roubo, segundo a CoinDesk, torna-se uma das maiores a possuir tokens renBTC. No entanto, existe algumas curiosidades sobre o motivo de ter sido escolhido renBTC em primeiro lugar.

 

Apesar de ainda se desconhecer a origem de quem realizou o roubo da FTX, meros dias depois do escândalo com a plataforma ter sido iniciado, a renBTC foi um dos tokens que estariam associados de alguma forma com a Alameda Research.

No passado, a equipa de desenvolvimento do token tinha confirmado que uma parte dos seus programadores iriam juntar-se na equipa da Alameda Research, como forma de permitir integrar este token em mais blockchains.

 

dados das movimentações dos fundos

 

Durante o final da semana, a carteira que estava associada com o ataque terá movido 5000 ETH para uma nova carteira numa primeira transação. Isto foi depois conjugado com mais três transações num total de 35.000 ETH.

Pouco tempo depois, o gestor desta carteira terá começado a usar a plataforma 1inch para converter o ETH depositado em renBTC. A primeira transação foi feita de 4000 ETH para wBTC, e eventualmente para renBTC.

 

Os dados da blockchain apontam ainda que o atacante terá continuado a converter o restante valor para renBTC em várias transações diferentes. Desconhece-se ainda o motivo pelo qual as transações forma feitas de forma separada e não como apenas um movimento completo.

 

No entanto, é possível que o dinheiro esteja agora a ser movido como forma de iniciar o processo de "limpeza" do mesmo, possivelmente convertendo o mesmo para outras redes através das Bridges – o que pode dificultar o processo de rastrear a origem e o destino dos fundos.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech