1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Mark Zuckerberg

 

Recentemente o Twitter aplicou, pela primeira vez, um fact check ao presidente dos EUA, algo que certamente veio trazer ao de cima o impacto e importância que as redes sociais possuem sobre a informação que é partilhada.

 

No entanto, Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, deixou algumas criticas ao Twitter sobre as motivações para classificar as declarações do presidente dos EUA como “falsas” ou enganadoras.

Em entrevista ao portal Fox News, Mark Zuckerberg revela que o Facebook possui uma visão diferente sobre estes casos, sublinhando que mais informações sobre o caso devem ser partilhadas pela rede social brevemente.

 

Segundo Mark Zuckerberg, empresas como o Facebook ou Twitter não devem ser um “árbitro da verdade de tudo o que as pessoas dizem na Internet”, afirmando que as empresas privadas não se deveriam colocar neste papel junto dos seus utilizadores – sobretudo em plataformas como o Twitter.

 

De relembrar que na base de todas as acusações encontra-se um recente fact check aplicado a duas mensagens do Presidente dos EUA, onde Donald Trump referia que o voto via carta poderia elevar a possibilidade de fraude eleitoral. Nas mensagens o Twitter colocou um link de validação a informar que os dados poderiam estar incorretos, juntamente com várias informações e fontes com dados corretos.

 

A medida não foi bem vista por Trump, que indicou as intenções do Twitter ao limitar a liberdade de expressão e a tentar influenciar a campanha eleitoral do presidente, prevista para Novembro. Trump também possui para hoje agendada a assinatura de uma nova ordem executiva relacionada com as redes sociais, que poderá ter impacto sobre as mesmas.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech