1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.

Um ex-militar holandês tem interceptado mensagens de rádio dos aviões militares da coligação e tem divulgado tudo, incluindo as posições das aeronaves, na sua conta do Twitter. Para evitar colisões com aviões civis, os aparelhos militares são obrigados a divulgar publicamente a sua posição. Por isso, não é difícil a curiosos e amadores interceptar as mensagens, utilizando aparelhos fáceis de adquirir.

«O meu objectivo ao ouvir essas comunicações é ouvir a verdade, sem propaganda política ou militar», disse o militar ao blog «Danger Room», da revista Wired, especializada em questões de segurança.

O antigo militar, conhecido como Huub , tem divulgado, entre outras mensagens, aquela com que são avisados os outros aparelhos e as embarcações que possam constituir uma ameaça para a coligação: «O Governo líbio desobedeceu a uma resolução da ONU para interromper as hostelidades para com o seu povo. Se tentar sair do porto, será atacado e destruído imediatamente». A mensagem é transmitida em loop há uns dias, na Líbia, em francês, inglês e árabe, por um dos aviões da coligação que voam sobre o país.

Esta mensagem em particular, reflexo de uma espécie de guerra psicológica com a Líbia, não tinha sido tornada pública pelas forças da Coligação. Foi interceptada por Huub e divulgada no Twitter. Huub revela que o avião que transmite a mensagem é um EC-130J, uma versão modificada de Hércules da Força Aérea norte-americana.

Durante uma conferência de imprensa, um alto funcionário do Pentágono confirmou o uso de uma aeronave especializada na operação na Líbia, mas recusou-se a comentar as mensagens de Huub.
Fonte: TVI24







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech