1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

YouTube app logo

 

O YouTube é uma excelente plataforma para quem pretenda colocar os seus vídeos online para o mundo inteiro ver, mas existem alturas em que determinados conteúdos podem não ser propriamente feitos para ser partilhados publicamente.

O YouTube continua a permitir esses conteúdos – desde que dentro dos termos da plataforma, claro – usando o sistema de vídeos não-listados e privados.

 

Os vídeos não listados podem ser acedidos apenas por quem tenha o link direto de acesso ao vídeo. Este conteúdo ainda continua, de certa forma, acessível para qualquer um, mas apenas quem conheça o link irá conseguir aceder ao mesmo – não irá surgir em pesquisas ou em recomendações. No caso dos vídeos privados, estes apenas podem ser vistos por utilizadores selecionados para tal – que o criador do vídeo tenha autorizado.

 

No entanto, o YouTube encontra-se agora a preparar uma mudança que pode afetar quem tenha vídeos não listados na plataforma, sobretudo os que tenham sido enviados antes de 2017.

 

Devido a uma mudança no sistema de segurança dos links do YouTube, a plataforma irá necessitar de alterar todos os vídeos não-listados na plataforma enviados antes de 2017 para o formato privado. A partir de 23 de julho de 2021, todos os vídeos não listados nas contas dos utilizadores que tenham sido enviados antes de 1 de Janeiro de 2017, irão passar automaticamente para vídeos privados.

 

 

A medida pretende garantir que os conteúdos continuam protegidos para os utilizadores – mas pode ter impactos para determinados conteúdos. Alguns vídeos não listados que se encontrem em sites pela internet ou outros locais externos irão deixar de funcionar.

Por exemplo, se tinha um vídeo não listado na sua conta do YouTube, mas integrado num blog pessoal, esse vídeo vai deixar de se encontrar disponível para a internet em geral.

 

Felizmente, existe uma forma de prevenir isso. Os utilizadores que pretendam manter os seus vídeos antigos como “não listados” podem preencher um formulário a requerer que a medida não seja realizada na sua conta. No entanto, este processo necessita de ser feito manualmente pelo utilizador – se nenhuma ação for tomada até 23 de Julho, então todos os vídeos serão colocados como privados. Além disso, o YouTube afirma que os utilizadores deixam de beneficiar das novas medidas de segurança que foram implementadas nos URLs dos vídeos em 2017 - uma medida que não deve causar impacto se os vídeos estiverem partilhados em locais públicos ou sejam considerados como pouco importantes de serem tratados como vídeos públicos de qualquer forma.

 

Obviamente, os utilizadores podem ser modificar o status dos seus vídeos a partir do YouTube Studio, mas este processo pode ser consideravelmente difícil de ser feito para quem tenha uma longa lista de vídeos – além de ser consideravelmente moroso de o realizar vídeo-a-vídeo. O uso do formulário anterior será a melhor possibilidade para evitar problemas.

Nenhum comentário

Seja o primeiro!





Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech