1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.


A lei francesa contra os downloads piratas, conhecida como “lei dos três avisos”, poderá brevemente ser implementada também nos EUA.


Pelo menos é a ideia das indústrias discográficas e cinematográficas do pais que pretendem apresentar um modelo semelhante junto das autoridades e operadoras locais.

A informação, avançada pela Cnet, refere que o anúncio do acordo entre a indústria e as operadoras deverá ser anunciado ainda durante este mês.

A única diferença dos EUA para a lei da frança é que, neste caso, quem está a analisar a proposta são entidades privadas e não o governo, apesar do mesmo já ter dado permissão para a aprovação do modelo.


Além disso, tanto os estúdios como as operadoras estão dispostas a ficarem com os encargos referentes a estas medidas, maioritariamente devido a análise do trafego, de forma a tentar acabar com os downloads ilegais.




Comentário antigo:
Mais uma vez manifesto a minha opinião quanto a isto : "Acho Mal!". Eu quero sacar coisas de borla hehehe Very Happy

Comentário antigo:
EUA - Terra da DITADURA E DA CENSURA. Em vez de criarem emprego, combaterem a dívida e ajudarem os mais necessitados andam com estas macacadas que só ajudam uns poucos e que não merecem, já que usufruem luxos que muitas vezes não podem pagar. Estou a falar de Hollywood (é claro).

Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Sab 25 Jun 2011 - 19:14 por DJPRMF (conectado)

@xjs22 escreveu:EUA - Terra da DITADURA E DA CENSURA. Em vez de criarem emprego, combaterem a dívida e ajudarem os mais necessitados andam com estas macacadas que só ajudam uns poucos e que não merecem, já que usufruem luxos que muitas vezes não podem pagar. Estou a falar de Hollywood (é claro).

Eu também não gosto da medida e penso que deve haver outra forma, mas uma coisa é certa e sabida: a pirataria provoca prejuizo. Independentemente dos preços altos dos productos (filmes,cd/dvd's,etc...) e de quanto as editoras/produtoras recebam, é facto que se perdem milhões com copias e produtos piratas.
E isso não irá mudar enquanto não forem aplicadas regras rigidas contra a pirataria (se é que alguma vez será)...

Comentário antigo:
Eu também não gosto da medida e penso que deve haver outra forma, mas uma coisa é certa e sabida: a pirataria provoca prejuizo. Independentemente dos preços altos dos productos (filmes,cd/dvd's,etc...) e de quanto as editoras/produtoras recebam, é facto que se perdem milhões com copias e produtos piratas.
E isso não irá mudar enquanto não forem aplicadas regras rigidas contra a pirataria (se é que alguma vez será)...

Sou a favor de que prendam quem lucra com isso, mas quem partilha por "prazer" sem fins lucrativos não.

Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Sab 25 Jun 2011 - 20:15 por DJPRMF (conectado)

mas quem partilha "por lazer" também está a causar prejuízo... Smile

Comentário antigo:
@DJPRMF escreveu:mas quem partilha "por lazer" também está a causar prejuízo... Smile

Eu refiro-me emprestar um livro, um cd de música ou um jogo. Pode estar a causar prejuízo, mas não está a roubar. Deviam melhorar o mercado digital. Eu ando com vontade de comprar uma música, mas os preços e adesões a serviços não me agradam.
Mas como já disse, não é com estas leis que se muda alguma coisa, porque a justiça tem casos mais importantes para resolver.

Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Sab 25 Jun 2011 - 20:36 por DJPRMF (conectado)

Mas se está a causar prejuízo, é porque está a "roubar", ou melhor, "violar" os direitos de autor.. Smile

Comentário antigo:
@DJPRMF escreveu:Mas se está a causar prejuízo, é porque está a "roubar", ou melhor, "violar" os direitos de autor.. Smile

Ao emprestar algo que já é meu?? Shocked

Comentário antigo:
@DJPRMF escreveu:
@xjs22 escreveu:EUA - Terra da DITADURA E DA CENSURA. Em vez de criarem emprego, combaterem a dívida e ajudarem os mais necessitados andam com estas macacadas que só ajudam uns poucos e que não merecem, já que usufruem luxos que muitas vezes não podem pagar. Estou a falar de Hollywood (é claro).

Eu também não gosto da medida e penso que deve haver outra forma, mas uma coisa é certa e sabida: a pirataria provoca prejuizo. Independentemente dos preços altos dos productos (filmes,cd/dvd's,etc...) e de quanto as editoras/produtoras recebam, é facto que se perdem milhões com copias e produtos piratas.
E isso não irá mudar enquanto não forem aplicadas regras rigidas contra a pirataria (se é que alguma vez será)...

Tudo Dito! Smile

Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Sab 25 Jun 2011 - 23:30 por DJPRMF (conectado)

@xjs22 escreveu:
@DJPRMF escreveu:Mas se está a causar prejuízo, é porque está a "roubar", ou melhor, "violar" os direitos de autor.. Smile

Ao emprestar algo que já é meu?? Shocked

É seu e de mais ninguém...
Por exemplo, quando compra uma licença, compra em seu nome e para o seu uso (ou, em alguns casos, para empresas,etc...)

Ao "emprestar" a alguem, essa pessoa a quem emprestou não tem direito a usufruir de algo que não comprou ou que não tem os direitos para a ter. Mesmo que tenha sido ofrecido por si.
Mais um exemplo: eu compro um software. pago a licença, etc... Até aqui tudo bem.
Mas no final eu pretendo ofrecer a um amigo como prenda. Na realidade estou a cometer um crime, pois (a menos que tenha informado a empresa com os direitos pelo software da mudança de proprietário), o registo do producto que comprei está em meu nome e não da pessoa a quem eu vou oferecer...

Agora, uma coisa é certa: as autoridades não andam "na caça" destas "pequenas e insignificantes fraudes". Mas, seguindo o exemplo da prenda, se alguem o denunciar, pode e será condenado pelo acto...
Faz-me lembrar tambem uma lei que ouvi a poucas semanas: o acto de "sacudir" um simples tapete numa janela de uma casa/prédio/etc pode dar multa (não está por estas palavras na lei, mas está lá o acto em si). Agora, quero ver quando é que alguma autoridade vai multar alguém por sacudir um tapete... Razz

É uma matéria confusa, mas que muita gente desconhece ou, quando pensa que conhece, não sabe a totalidade dos factos e leis.

Comentário antigo:
@DJPRMF escreveu:
@xjs22 escreveu:
@DJPRMF escreveu:Mas se está a causar prejuízo, é porque está a "roubar", ou melhor, "violar" os direitos de autor.. Smile

Ao emprestar algo que já é meu?? Shocked

É seu e de mais ninguém...
Por exemplo, quando compra uma licença, compra em seu nome e para o seu uso (ou, em alguns casos, para empresas,etc...)

Ao "emprestar" a alguem, essa pessoa a quem emprestou não tem direito a usufruir de algo que não comprou ou que não tem os direitos para a ter. Mesmo que tenha sido ofrecido por si.
Mais um exemplo: eu compro um software. pago a licença, etc... Até aqui tudo bem.
Mas no final eu pretendo ofrecer a um amigo como prenda. Na realidade estou a cometer um crime, pois (a menos que tenha informado a empresa com os direitos pelo software da mudança de proprietário), o registo do producto que comprei está em meu nome e não da pessoa a quem eu vou oferecer...

Agora, uma coisa é certa: as autoridades não andam "na caça" destas "pequenas e insignificantes fraudes". Mas, seguindo o exemplo da prenda, se alguem o denunciar, pode e será condenado pelo acto...
Faz-me lembrar tambem uma lei que ouvi a poucas semanas: o acto de "sacudir" um simples tapete numa janela de uma casa/prédio/etc pode dar multa (não está por estas palavras na lei, mas está lá o acto em si). Agora, quero ver quando é que alguma autoridade vai multar alguém por sacudir um tapete... Razz

É uma matéria confusa, mas que muita gente desconhece ou, quando pensa que conhece, não sabe a totalidade dos factos e leis.


Partindo deste principio, até os clubes de video estão a violar os direitos de propriedade intelectual e autor.

Comentário antigo:
avatar

Mensagem em Dom 26 Jun 2011 - 19:26 por DJPRMF (conectado)

Não, porque os clubes de video compraram os direitos de partilha dos videos com as editoras dos mesmos, dai não estão a quebrar nenhuma lei, pois têm a autorização das editoras cinamatográficas para a partilha.

Enquanto que um utilizador comum entra numa loja e compra um DVD, esse DVD é para uso proprio e não pode ser partilhado com os demais. No entanto, se for a um clube de video, os videos disponiveis foram autorizados a serem partilhados com o publico, sempre dentro de algumas regras, obviamente...

Desde que tenha os direitos de autor, pode decidir o que fazer com o seu producto sobre a sua responsabilidade... Agora, se não tiver, deve regir-se pelas regras de quem tem o produto.




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech