1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Realize o Login na sua conta ou Registe-se para participar.


Kim Scmitz, o fundador do serviço Megaupload e mais conhecido como “Dotcom”, voltou ao Tribunal Superior da Nova Zelândia para apelar à sua libertação sob fiança, sendo novamente recusada.

O fundador apelou ao tribunal de Auckland a sua recusa de liberdade condicional, sendo que o tribunal voltou a frisar que não será decretada, uma vez que existe a elevada possibilidade de fuga do pais.
Kim Scmitz sublinha o facto que o encerramento do Megaupload sem qualquer processo ou sentença judicial foi «o maior desrespeito pelos direitos humanos básicos na história da Internet», segundo cita a televisão neozelandesa TV3.

“Dotcom” deverá permanecer em prisão preventiva até ao dia 22 de Fevereiro, altura em que será decidida a sua extradição para os EUA.




Comentário antigo:
Ele nao merecia isso.

Comentário antigo:
Bom, pessoalmente também penso que se o "Dotcom" fosse libertado existiria uma boa possibilidade de fugir do pais...
Não digo que concorde ou discorde das medidas sobre o bloqueio e encerramento do megaupload, mas do ponto de vista judicial,neste caso, concordo com a decisão.




Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech