1. TugaTech » Software » Noticias de Software

Siga-nos

Avast logo

 

A privacidade dos utilizadores online é, nos dias de hoje, um tema bastante importante. Portanto é sempre de desconfiar quando uma empresa se encontra a recolher mais informação do que devia dos utilizadores base que possui acesso.

 

É exatamente esse o caso pelo qual a Avast encontra-se sobre fogo nos últimos tempos. Faz pouco menos de duas semanas que várias extensões da Avast e AVG foram removidas da loja da Mozilla para o Firefox, depois de ter sido descoberto que as mesmas estariam a recolher demasiada informação pessoal dos utilizadores.

 

Em causa encontram-se as extensões Avast Online Security, Avast Safeprice, AVG Online Security e AVG SafePrice. De acordo com o criador da extensão Adblock Plus, Wladimir Palant, estas extensões da empresa Avast estariam a realizar uma recolha abusiva de dados dos utilizadores e dos seus históricos de navegação.

Os dados recolhidos por estas extensões eram enviados para os servidores da Avast (tendo em conta que a AVG faz parte do mesmo grupo da empresa), onde alguma informação pessoal era removida – como Ids dos utilizadores do Facebook – antes dos dados serem fornecidos à empresa Jumpshot.

 

O problema encontra-se no facto que a empresa Jumpshot é detida em 65% pela Avast, além de que os dados recolhidos eram posteriormente vendidos a clientes externos como dados analíticos do mercado.

Face a esta situação, Palant terá contactado a Mozilla e a Google sobre as praticas de recolha de dados que estavam a ser praticadas pelas extensões. A Mozilla respondeu removendo as extensões da loja do Firefox poucos dias depois do alerta, e agora chega a vez da Google seguir os mesmos passos.

 

De todas as extensões reportadas, atualmente apenas se encontra na loja da Chrome Web Store a Avast Online Security e AVG Online Security, sendo que as versões “SafePrice” foram removidas e ainda sem previsão de retomarem à loja. A Avast Online Security também foi temporariamente removida da loja da Google, mas reposta depois da Avast ter alterado o código para não recolher dados de forma abusiva.

 

Para os utilizadores que ainda tenham as extensões instaladas, estas deverão começar a ser marcadas como “inseguras” no Chrome e navegadores variantes do mesmo. De relembrar que estas extensões são também automaticamente instaladas, por padrão, caso os utilizadores instalem as soluções de segurança da Avast e AVG nos seus sistemas.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechBlog TugaTechBlog do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech