1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

Zoom bomba

 

Depois de várias empresas e individuais terem adotado o Zoom como plataforma para realizarem as suas atividades durante o período de quarentena, começam agora a surgir relatos da falta de privacidade e segurança que esta plataforma também possui para com os utilizadores.

 

Face a estas questões, algumas empresas estão a começar a deixar de utilizar o serviço como meio de realizar chamadas e reuniões com parceiros e funcionários. A SpaceX foi uma das primeiras a confirmar que iria deixar de lado o uso interno da plataforma, e agora parece que a mesma medida também vai ser aplicada por um conjunto de escolas nos EUA.

 

Além de empresas, a Zoom também verificou um aumento considerável de aulas realizadas pela sua plataforma, e depois de todos os relatos de insegurança que tem vindo a surgir nos últimos dias, surge agora a indicação que o Ministério da Educação nos EUA poderá vir a banir o uso da Zoom para aulas virtuais, dando como alternativa o Microsoft Teams.

 

Segundo revela o Washington Post, uma porta-voz do departamento de educação de Nova Iorque referiu recentemente que as escolas que utilizam a Zoom para aulas virtuais estão a ser aconselhadas a passarem as atividades para o Microsoft Teams, como forma de garantir a segurança e privacidade tanto dos alunos como dos professores envolvidos.

Os relatos apontam mesmo que várias escolas do Nevada também terão começado a banir o Zoom das aulas virtuais, adotando plataformas alternativas para o efeito. Várias universidades em Washington também estariam à procura de alternativas ao serviço – e podem brevemente começar a transitar as suas aulas para outros sites.

 

De relembrar que ao longo dos últimos dias a Zoom tem vindo a ser fortemente criticada pela sua falta de segurança e privacidade para com os utilizadores, além de várias práticas consideradas como suspeitas – ainda de forma recente surgiram indicações que algumas das chaves de encriptação da plataforma estariam a ser criadas em servidores na China, colocando questões sobre a privacidade dos utilizadores das mesmas.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech