1. TugaTech » Software » Noticias de Software

Siga-nos

Google Chrome logo

 

A Google tinha vindo a testar funcionalidades para tornar a navegação mais rápida no Chrome, incluindo partes associadas com a publicidade que é apresentada aos utilizadores.

 

Uma grande parte dos conteúdos carregados num website, para além do conteúdo regular, é publicidade. Esta é fundamental para os websites se manterem ativos, no entanto também podem ser um dos principais problemas para os visitantes, que muitas vezes necessitam de descarregar conteúdos consideravelmente mais pesados do que a página que estão a tentar visitar.

 

Para tentar evitar estas situações, a Google começou a testar um novo sistema que iria bloquear o carregamento de conteúdos em publicidade que fossem considerados abusivos ou causassem uma má experiência de navegação. Esta funcionalidade vai agora começar a chegar na versão estável do Chrome a partir de Agosto.

 

exemplo de publicidade removida

 

Na mesma, toda a publicidade online que venha a ter um uso elevado de processador ou de energia vai agora ser automaticamente bloqueada pelo Chrome. Isto pretende evitar que estes conteúdos possam sobrecarregar os sistemas dos utilizadores – ou até ser utilizado para fins maliciosos. Quando um determinado espaço de publicidade atinge os recursos limite do Chrome, o carregamento do mesmo será automaticamente cancelado, e invés deste irá surgir uma informação a indicar que a publicidade foi removida.

 

O Chrome irá classificar de publicidade pesada todos os conteúdos que:

  • Demorem mais de 60 segundos a carregar
  • Utilizem os recursos do sistema mais de 15 segundos constantes (contagem a cada 30 segundos)
  • Tenham mais de 4MB de tamanho total

 

De relembrar que esta funcionalidade começou a ser desenvolvida pela Google em meados de 2019, mas agora vai finalmente chegar a todos os utilizadores na versão estável – e certamente contribuir para uma internet mais rápida, mantendo um certo compromisso para o carregamento de publicidade nos sites online.

 

É também importante referir que esta funcionalidade não é a mesma que o Chrome já possui atualmente, onde sites na “lista negra” da empresa têm as suas publicidades bloqueadas – na maioria das vezes por estas conterem malware ou outro género de ameaças para os utilizadores.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech