1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

zoom espionagem

 

Esta semana a Zoom deixou um comunicado publico a confirmar que terá cooperado com as autoridades Chinesas, no sentido de suspender as contas de alguns ativistas no pais que estavam a utilizar os serviços.

 

A plataforma não revelou muitos detalhes sobre o caso, mas a informação terá agora de ser fornecida a vários legisladores nos EUA que irão analisar o caso.

O mesmo encontra-se relacionado com Zhou Fengsuo, fundador da Humanitarian China, organização sem fins lucrativos nos EUA e ex-líder estudantil dos protestos de Tiananmen. No dia 31 de Maio Fengsuo terá utilizado a sua conta paga da Zoom para homenagear o 31º aniversário do Protesto na Praça da Paz Celestial. No entanto, no dia 7 de Junho, a sua conta da Zoom foi banida sem aviso prévio.

 

Em comunicado, a Zoom afirma que a medida foi tomada depois de ter sido recebido um pedido por parte das autoridades Chinesas para o efeito. A empresa afirma ainda que apenas se encontra a cumprir com as regras e legislações locais, mas o caso ganhou destaque uma vez que a conta em questão terá ocorrido nos EUA, e não na China.

 

A Zoom já confirmou que se encontra agora a desenvolver sistemas que irão evitar situações similares no futuro, de forma a referenciar a localização dos utilizadores e garantir que o uso da Zoom corresponde às leis do pais onde se encontrem. No entanto, Fengsuo afirma que um comunicado da empresa não corrige o problema, e que esta deve responder sobre os erros que realizou com a medida.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech