1. TugaTech » Internet e Redes » Noticias da Internet e Mercados

Siga-nos

mazda MX 30

 

A Mazda, tal como muitos outros fabricantes de automóveis, têm vindo a apostar fortemente no desenvolvimento de novos veículos elétricos. Em parte, este desenvolvimento tem vindo a ser feito sobre a ideia que os veículos elétricos são mais amigos do ambiente – o que certamente será verdade em comparação com os tradicionais veículos a gasolina.

 

No entanto, ainda existem limites. De acordo com o investigador Christian Schultze, os automóveis com baterias de maior duração e capacidade podem na verdade ser mais poluentes para o meio ambiente do que um carro a diesel.

Este género de baterias tem vindo a tornar-se cada vez mais popular, uma vez que permitem grandes percursos com apenas uma carga. No entanto, segundo o investigador e comparando a emissão de CO2 a longo prazo, as mesmas podem também ser prejudiciais para o meio ambiente da mesma forma que um veiculo a gasóleo – tendo em conta as emissões realizadas para a produção da energia eléctrica em si, e não por meio do veiculo elétrico.

 

A empresa aponta que uma bateria de 95kWh, similar ao que se encontra nos modelos mais avançados da Tesla, como requer um período de carregamento mais extenso, além de maior consumo de energia no final, eleva também a emissão de CO2 para a atmosfera do que é necessário para produzir essa mesma energia. Segundo a Mazda, isso apenas irá piorar se os utilizadores alterarem a bateria durante o período de vida útil da mesma, elevando ainda mais a emissão de gases poluentes.

 

emissão co2 baterias

 

De sublinhar que o relatório não indica a emissão dos gases poluentes como sendo do próprio veiculo, algo que muitos estudos apontam erradamente. Invés disso, a analise é feita com base nas emissões de gases poluentes que é necessária de ter em conta para produzir a energia necessária para o carregamento das baterias – por parte das empresas fornecedoras dessa energia elétrica.

 

No entanto, existe uma atenuante para este estudo que pode contradizer o relatório da empresa. Os dados da fabricante foram tendo em conta o consumo energético em meados de 2016 – e não possuem em conta todos os avanços que as empresas fornecedoras de eletricidade também têm vindo a ter em consideração para fornecer energia mais limpa aos utilizadores, proveniente de fontes renováveis.

 

Ou seja, dependendo do pais e da zona onde os utilizadores se encontrem, bem como dos avanços que cada empresa tenha vindo a realizar para reduzir a sua pegada ambiental, os dados podem rapidamente descer nos valores.







Aplicações do TugaTechAplicações TugaTechDiscord do TugaTechDiscord do TugaTechRSS TugaTechRSS do TugaTechSpeedtest TugaTechSpeedtest TugatechHost TugaTechHost TugaTech